Mato Grosso, Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019
Logo Só Informação
Informe Publicitário
URNAS

Urnas devem ser levadas a 90 locais de difícil acesso e 32 aldeias em MT

Marcia Jordan

02/09/2014 às 19:49

Urnas devem ser levadas a 90 locais de difícil acesso e 32 aldeias em MT

Entre os 1.499 locais de votação existentes em Mato Grosso, 90 são considerados de difícil acesso e outros 32 estão localizados em aldeias indígenas, de acordo com dados do Tribunal Regional Eleitoral do estado (TRE-MT). Para garantir o acesso aos quase 2,2 milhões de eleitores mato-grossenses, ações logísticas que incluem transporte aéreo e fluvial, deverão ser desenvolvidas pelas equipes do órgão até as eleições gerais desse ano, no dia 5 de outubro.

Com uma extensão territorial de 906 mil quilômetros quadrados, o estado possui 400 locais de votação em áreas rurais, nos quais estão incluídos os de difícil acesso e as aldeias. Equipes do TRE-MT devem fazer com que 8.790 urnas eletrônicas que serão utilizadas nestas eleições cheguem a todos os locais de votação. Caminhonetes traçadas, barcos e aeronaves deverão ser utilizados nos percursos.

De acordo com o órgão, o transporte aéreo deverá ser necessário em nove locais, que abrangem 4269 eleitores. Em 11 locais de votação, o percurso é total ou parcialmente fluvial, e atende 3463 eleitores. Três locais demandam transporte terrestre e fluvial, e para outras três localidades é preciso utilizar carro, barco e ainda uma aeronave para chegar ao destino. Segundo a coordenação dos sistemas eleitorais da Justiça Eleitoral, além das urnas necessárias para o pleito, deverão ser enviadas ainda urnas de reserva caso haja a necessidade de substituir algum equipamento com problema.

As urnas eletrônicas que são transportadas de barco, são colocadas em uma caixa de plástico padrão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para proteger de água e poeira. No caso de transporte por terras em terrenos difíceis, os cartórios eleitorais tomam providências para que as urnas não sofram muitos impactos durante o deslocamento.

Além disso, para cada um destes locais de difícil acesso é deslocado um técnico de transmissão via satélite, que será responsável por transmitir, após o encerramento da votação, os dados armazenados na urna eletrônica para a central de apuração e totalização dos votos.
O envio das urnas para as sedes dos cartórios foi iniciado no dia 18 de agosto. No dia 29 de setembro as urnas serão encaminhadas das sedes de cartório para os demais municípios pertencentes às zonas eleitorais, após a cerimônia de carga e lacre das urnas. A entrega das urnas nos locais de votação acontece entre os dias 3 e 5 de outubro.

 
Fonte: g1