Mato Grosso, Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020
Logo Só Informação
Informe Publicitário
CÂMARA

Câmara homenageia bombeiros e entrega Moções de Aplauso

Marcia Jordan

02/09/2014 às 19:26

Câmara homenageia bombeiros e entrega Moções de Aplauso

A Câmara de Sinop fez uma homenagem especial na sessão desta segunda-feira (1). É que toda guarnição do quarto Batalhão de Sinop recebeu, dos vereadores, Moções de Aplauso concedidas por toda a bancada parlamentar. A homenagem foi prestada pelos trabalhos desenvolvidos à sociedade e os 50 anos de implantação da corporação em Mato Grosso, comemorado no dia 19 de agosto.

Em Sinop, o batalhão foi implantado em 1997, como quartel, e no mesmo ano iniciou as atividades. Hoje, conta com 42 bombeiros que, além de Sinop, também atendem mais nove municípios (Tabaporã, Juara, Marcelândia, Santa Carmem, Analândia, Cláudia, União do Sul, Porto dos Gaúchos e Novo Horizonte) da região.

O comandante do Comando Regional III, Ten. Cel. Herbert Serrano Paiva, destacou a importância da homenagem “como forma de reconhecimento do trabalho, empenho e dedicação que cada bombeiro exerce em sua função, sem distinção de raça, cor, credo, mas sim a preservação da vida que é o bem maior daquele que está sendo atendido, socorrido. Até mesmo na preservação de bens patrimoniais, como nos incêndios onde nossos soldados estão combatendo”.

“Todos os órgãos envolvidos na segurança pública tem seu destaque merecido, afinal estão protegendo vidas e o bombeiro, em muitos casos, coloca em risco a própria vida para salvar a de um estranho. Essa homenagem (moção) é mais que justa para quem não mede esforços, se arisca em incêndios, em rios, independente da hora e o lugar, para salvar a vida do próximo. Merece todo o nosso respeito”, destacou o presidente da Câmara, Dalton Martini.

 Além dos soldados do batalhão, também foram homenageados diretores do Comando Geral e todos os ex-comandantes da instituição aqui em Sinop, entre eles o primeiro comandante Ten. Cel. Abadio José da Cunha e o Ten. Cel. Juarez Gomes dos Santos, e quatro servidores.  

 

 

 

Fonte: redação com Ascessoria