Mato Grosso, Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019
Logo Só Informação
Informe Publicitário
EM

Em Sinop, Taques tem 47%, seguido por Lúdio e Riva empatados

Marcia Jordan

22/08/2014 às 10:12

Em Sinop, Taques tem 47%, seguido por Lúdio e Riva empatados

A pesquisa do Instituto KGM divulgada nesta quinta-feira (21) aponta que o senador Pedro Taques (PDT) tem a preferência dos eleitores de Sinop para ser o próximo governador do Estado. O pedetista aparece com 47% das intenções de votos na modalidade estimulada. O levantamento mostra que o ex-vereador Lúdio Cabral e o deputado José Riva estão tecnicamente empatados na segunda colocação.

Lúdio tem 10,5% da preferência dos eleitores sinopenses. José Riva, por sua vez, foi citado 9,8%. Os resultados correspondem à modalidade estimulada, em que o nome dos candidatos é divulgado aos entrevistados. Com os números, Riva e Lúdio aparecem empatados, já que a margem de erro do levantamento é de 5%.

Nesta modalidade, José Roberto (PSOL) aparece com 2,8% da preferência. O candidato José Marcondes Muvuca (PHS) não pontuou neste levantamento. 

Os entrevistados que disseram que não vão votar em nenhum dos candidatos correspondem a 15,8% e não souberam ou não responderam somam outros 14,3%. 

ESPONTÂNEA
Taques também é o mais citado na modalidade espontânea, com 20,8%. Lúdio tem 4,5% e Riva 1,3%. Outros nomes somam 0,8%. Entre os entrevistados, 4% disseram que vão votar em branco, em nenhum ou anular o voto. 

Nesta modalidade 68,8% não souberam responder em quem vão votar em governador do Estado.

REJEIÇÃO
O candidato José Riva  é o mais rejeitado entre os postulantes ao cargo de governador: 39% dos entrevistados disseram que não votariam no social-democrata. O petista Lúdio Cabral soma 9,3% de rejeição. 

METODOLOGIA
A pesquisa quantitativa foi aplicada usando a técnica Survey com questionário estruturado. Foram entrevistados 400 eleitores de Sinop. O intervalo de confiança do levantamento é de 95%, com margem de erro de 5%. A pesquisa foi aplicada entre os dias 11 a 13 de agosto, sob encomenda do site HiperNotícias. 

O levantamento está registrado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número 062/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 391/3014.

Fonte Hipernoticias