Mato Grosso, Terça-Feira, 12 de Novembro de 2019
Logo Só Informação
Informe Publicitário
PREFEITURA

Prefeitura de Carlinda garante reajuste salarial para servidores da educação

Marcia Jordan

26/04/2014 às 08:39

Prefeitura de Carlinda garante reajuste salarial para servidores da educação

Os servidores da educação do município de Carlinda passarão a contar a partir da folha de pagamento de abril de 2014 com o reajuste salarial de 8,32%, oferecido pela prefeitura municipal.

O projeto foi enviado ao legislativo e teve a aprovação dos vereadores. Além do reajuste, os profissionais da classe educacional passarão a contar com o pagamento do retroativo já a partir da folha de abril, que será paga em maio.

De acordo com o secretário de educação Elisandro da Silva, a reposição ficou assim definida: janeiro será pago em abril, fevereiro em maio e março em junho.

Com o percentual de reajuste, o professor nível superior em inicio de carreira que antes recebia R$ 1.762,88 passará a ganhar R$ 1.909,54 e o salário do nível médio saltará de R$ 1.175,25 para R$ 1.273,03, este valor é relativo a trinta horas de trabalho.  Todos servidores receberão o reajuste, hoje a secretaria de educação de Carlinda conta com 170 profissionais, incluindo os temporários.

“Enviamos para a câmara o projeto e o mesmo foi aprovado, com isso, a classe já passa a contar com o reajuste, vamos pagar o retroativo e com isso manter o poder salarial do trabalhador da educação”, disse.

O SINTEP de Carlinda participou das discussões relativas ao reajuste dos profissionais.

“Apresentamos ao SINTEP o nosso estudo, discutimos com eles desde o começo do ano e agora o reajuste já foi aprovado e passa a vigorar”, pontuou Elisandro.

O prefeito Geraldo Ribeiro enfatizou que a administração vem trabalhando para garantir aos funcionários uma melhora salarial. A educação já teve o seu percentual aplicado.

“Neste momento os profissionais da educação foram contemplados com este reajuste, sabemos que os demais servidores da prefeitura também precisam de uma reposição, sabemos que temos que encontrar mecanismos para que isso ocorra, mas tudo dentro da capacidade de comprometimento financeiro da prefeitura”, pontuou.

Redação com Assessoria