Mato Grosso, Sábado, 28 de Março de 2020
Logo Só Informação
Informe Publicitário
PROJETO

Projeto de reestruturação do aeroporto será aprovado em agosto

Marcia Jordan

31/07/2014 às 07:57

Projeto de reestruturação do aeroporto será aprovado em agosto

O projeto final referente a reestruturação do aeroporto de Sinop deve ser apresentado nos próximos dias. Na última quinta-feira (24), o Banco do Brasil, responsável pela gestão do programa de reestruturação dos aeroportos, encaminhou o projeto do aeródromo de Sinop para a SAC (Secretaria de Aviação Civil). Após o aval do órgão federal, o projeto será encaminhado para a licitação.

O prefeito de Sinop Juarez Costa esteve na quinta-feira em Brasília cumprindo agenda  na SAC. Ele recebeu a confirmação dos trâmites referentes ao Aeroporto de Sinop do recém promovido Coordenador-Geral de Planejamento do Programa Federal de Auxílio a Aeroportos da SAC, Márcio Maffili. “O que nos informaram é que após a análise do projeto deve-se começar a parte de licenciamento ambiental, já como parte do processo de implantação do aeroporto”, revelou Costa. A previsão é de que o licenciamento ambiental comece dentro de 15 dias.

Existe uma expectativa da SAC de lançar as licitações dos 3 aeroportos do Mato Grosso remanescentes do primeiro processo ainda no mês de agosto. “Nos pediram para ajudar no processo, inclusive junto ao Estado, para agilizar o licenciamento ambiental”, enfatizou o secretário de Finanças.       O coordenador da SAC garantiu ainda que o aeroporto de Sinop será enquadrado como nível 4 –

Com isso o município será contemplado com a maior das 3 plantas que integram o programa de reestruturação da logística aérea no interior. A projeção inicial, estimada através do Plano de Investimento, era de R$ 131,7 milhões. O cronograma do Banco do Brasil prevê o início das operações do novo aeródromo em abril de 2015. Acredita-se que o valor para Sinop ultrapasse 200 milhões de Reais.

Novo aeroporto

Dentro do plano de reestruturação, o aeroporto local é enquadrado como médio-grande porte: entre 50 mil e 500 mil passageiro por ano. Quanto a classificação, haviam duas alternativas previstas no plano: 4C e 3C – que remete a capacidade de operação, em termos de pista. Segundo Juarez Costa, a SAC confirmou o 4C. Com essa classificação, a estrutura terá capacidade de pousos e decolagens de Boeing 737-800, para 189 passageiros e que no país é bastante utilizado pela Gol Linhas Aéreas. Com esse enquadramento, o pátio do aeroporto de Sinop terá 8 posições para aeronaves, simultaneamente. A projeção futura é de que o aeroporto de Sinop tenha um fluxo de 500 mil embarques/ano até 2035. Essa é a conta feita pela SAC e pelo Banco do Brasil. Número vultuoso se considerarmos que em 2013 o aeroporto de Sinop contabilizou 82 mil embarques.Está no pacote     

O projeto do aeroporto local contempla a construção de novo terminal de passageiros. Toda a estrutura operacional de navegação para aterrissagem e decolagem mesmo com mal tempo e torre de controle será instalada –conforme noticiamos em junho, hoje os pousos e decolagens são feitos “as cegas” sem um controle de solo.A obra contempla ainda um novo sistema de iluminação de pista, implantação de estrutura completa de combate à incêndio e ampliação da pista para 2,5 mil metros de comprimento com 45 metros de largura.O PROGRAMA  

A reestruturação do aeroporto de Sinop faz parte do “Plano de Aviação Regional”, que promoverá a reforma e a ampliação de 270 aeroportos regionais em todo o país, com investimentos federais no valor de R$ 7,3 bilhões. Os objetivos do plano incluem a integração do território nacional, o desenvolvimento dos polos regionais e o fortalecimento dos centros de turismo. O programa é desenvolvido em parceria com os governos estaduais e municipais, aos quais competem responder pelo custeio e gestão dos aeroportos. Em Mato Grosso são 12 aeroportos contemplados.
Fonte Jamerson Miléski