Mato Grosso, Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019
Logo Só Informação
Informe Publicitário
N.

N. Ubiratã: Vereadores presos pelo GAECO pedem afastamento da Casa de Leis

Marcia Jordan

26/07/2014 às 08:08

N. Ubiratã: Vereadores presos pelo GAECO pedem afastamento da Casa de Leis

Os dois vereadores do município de Nova Ubiratã, Reinaldo de Freitas e José Itamar Marcondes, que foram detidos durante uma operação do Grupo de Atuação e Combate ao Crime Organizado (Gaeco), no último dia 13, pediram um afastamento por 60 dias dos trabalhos da   câmara de vereadores daquele município.

Segundo João Carneiro,  assessor  jurídico da Casa de Leis, ele  já esta  de  posse  dos pedidos  de afastamentos. Dois suplentes  serão convocados  e estes terão um prazo de  15 dias para  reunir a  documentação necessária para assumirem as cadeiras.Segundo o assessor, a câmara  avaliará a situação dos  vereadores  com cautela e aguardará o pronunciamento da justiça, para  que a partir dai o legislativo possa  tomar uma atitude mais  drástica contra os vereadores, pois   até então eles não foram condenados: “Eles pediram os afastamentos e irão se  defender. Eles  não estão condenados ainda. É uma denúncia  do ministério público que pediu a prisão preventiva  e o juiz aceitou. A  câmara vai  esperar o julgamento para entrar  com qualquer  pedido(…)” Comentou o advogado João Carneiro

Sobre uma  possível  cassação por quebra  de decoro, o assessor salienta que está sendo estudada a possibilidade: “Estamos estudando, mas  tem que ser  com moderação. Nós  vamos ainda  conversar com todos os vereadores  sobre  a  quebra de decoro, mas como disse é só uma denúncia, eles não foram julgados. Agora  quando tiver  transitado e julgado, a câmara poderá cassar o mandato deles com certeza. Mas  por enquanto não. Nós vamos dar esses 60 dias para eles se  defenderem e depois dos   60 dias a  gente vê o que vai fazer, se vai cassar por quebra de  decoro. Alguma coisa  vamos fazer.”  Disse  Dr. Carneiro assessor jurídico.