Mato Grosso, Sexta-Feira, 15 de Novembro de 2019
Logo Só Informação
Informe Publicitário
PSDB

PSDB exige vaga e indica dois ao Senado na oposição

Marcia Jordan

22/07/2014 às 18:24

PSDB exige vaga e indica dois ao Senado na oposição

Em reunião ampliada nesta terça-feira (22), a cúpula do PSDB fechou o consenso de que vai reivindicar a vaga ao Senado na chapa majoritária liderada pelo senador Pedro Taques (PDT) na disputa ao Senado. 

No entanto, descartou indicar o deputado federal Nilson Leitão e o empresário Marcelou Malouf, anteriormente indicado para a primeira suplência do senador Jayme Campos (DEM), que desistiu de disputar a reeleição.  

Os nomes mais cotados são o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Marino Franz, e o atual vice-prefeito de Rondonópolis, ex-governador Rogério Salles. A favor de Marino Franz, pesa o bom relacionamento com o setor agrícola e com o atual prefeito de Lucas do Rio Verde, seu padrinho político Otaviano Pivetta (PDT), responsável em lançá-lo na política. Além disso, desempenhou uma boa gestão municipal alavancando em qualidade índices na educação e saúde pública. 

Por outro lado, a indicação de Rogério Salles serviria para contemplar a região Sul de Mato Grosso, uma das mais prósperas política e econômica por conta da ascensão de Rondonópolis, terceiro maior colégio eleitoral de Mato Grosso. 

“Nós estamos avaliando e até sexta-feira faremos a escolha. O certo é que o PSDB não abre mão de indicar o candidato ao Senado na chapa do senador Pedro Taques porque entende que tem nomes de peso político e representatividade social”, revelou uma fonte próxima ao PSDB.

Após a reunião, o presidente do diretório estadual do PSDB, deputado federal Nilson Leitão, partiu rumo a Tangará da Serra para comunicar Taques da decisão partidária. O pedetista está cumprindo agenda de campanha eleitoral no município.

Conforme apurado nos bastidores, Leitão, apesar da simpatia do PSB e PDT, não pretende concorrer ao Senado, uma vez que, entende ter mais facilitado o caminho para ser reeleito deputado federal. 

Da reunião do PSDB que selou o acordo para reivindicar a vaga ao Senado,  participaram o empresário Marcelo Malouf, o ex-prefeito de Cuiabá, Wilson Santos, candidato a deputado estadual, o suplente de deputado estadual, Carlos Avalone, Ussiel Tavares, Nilson Leitão e Permínio Pinto.

Fonte Folhamax