Mato Grosso, Quinta-Feira, 1 de Outubro de 2020
Logo Só Informação
Informe Publicitário
ÚLTIMO

Último réu civil de “chacina de Matupá” vai a júri dia 28

Marcia Jordan

17/07/2014 às 09:44

Último réu civil de “chacina de Matupá” vai a júri dia 28

O último réu civil, Arlindo Capitani, acusado de envolvimento no triplo assassinato, que ficou conhecido como a “Chacina de Matupá”, enfrentará o Tribunal do Júri no dia 28 de julho, a partir das 8 horas, no Fórum de Matupá (695 km a norte de Cuiabá). O julgamento será presidido pela juíza titular da comarca, Cláudia Anffe Nunes da Cunha. (Código do Processo: 36575)

Ele está entre os 18 homens, civis e policiais militares, acusados de terem participado da morte de Ivacir Garcia dos Santos, 31, Arci Garcia dos Santos, 28, e Osvaldo José Bachinan, 32, em novembro de 1990. Os três foram espancados e queimados vivos em praça pública, após uma tentativa de assalto, em que invadiram uma residência e mantiveram mulheres e crianças reféns por mais de 15 horas.

A Polícia Militar foi acionada e os assaltantes se renderam. No entanto, eles foram capturados pelos populares e mortos. A ação foi registrada por um cinegrafista e as imagens repercutiram em todo o mundo.

Em outubro de 2011, em razão do grande número de réus, à época o juiz titular da comarca determinou o desmembramento do processo e marcou quatro sessões para a realização do júri popular. O processo de Arlindo Capitani foi desmembrado sob alegação de que ele não foi intimado para o júri popular. O processo envolvendo os policiais militares também foi desmembrado.

 

 

Redação com Assessoria