Mato Grosso, Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019
Logo Só Informação
Informe Publicitário
COSTA

Costa Rica joga com um a menos mais de 45mi e vai às quartas após pênalti

Marcia Jordan

29/06/2014 às 20:13

Costa Rica joga com um a menos mais de 45mi e vai às quartas após pênalti

O maior mérito da Costa Rica foi exatamente a maior qualidade da Grécia: saber resistir. Mesmo com um homem a menos durante toda a prorrogação e boa parte do segundo tempo.

O time de Bryan Ruiz, Joel Campbell, Bolaños e do novo herói nacional, Navas, está na história da Costa Rica. Independentemente do que aconteça contra a Holanda, já que essa equipe superou a campanha de 1990, na Itália.

A vitória dramática sobre a Grécia, nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação, garantiu a inédita classificação às quartas de final da Copa do Mundo. Brilhou Navas, que defendeu a cobrança de Gekas, quarta dos gregos, além de outras milagrosas com a bola rolando. O zagueiro Umaña selou a vitória por 5 a 3 da marca da cal.

Uma vitória que havia escapado aos 45 minutos do segundo tempo, quando Sokratis achou o gol grego já nos acréscimos; Ruiz abriu o placar.