Mato Grosso, Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019
Logo Só Informação
Informe Publicitário
MASSA

Massa pode perder lugar para mulher em treino para o GP da Grã-Bretanha

Marcia Jordan

29/06/2014 às 12:04

Massa pode perder lugar para mulher em treino para o GP da Grã-Bretanha

A piloto inglesa Susie Wolff irá quebrar um tabu de 22 anos e se tornar a primeira mulher a participar de um evento do fim de semana em um Grande Prêmio de Fórmula 1 desde a italiana Giovanna Amati, em 1992.

 Há 22 anos, Amati chegou a participar do treino classificatório para o GP do Brasil, mas ficou mais de 10s atrás de Nigel Mansell, da Williams, que fez a pole naquela corrida.

Desde então, nenhuma mulher chegou a participar de um evento oficial da Fórmula 1. Sarah Fisher testou uma McLaren em Indianápolis no ano de 2002, enquanto Katherine Legge testou uma Minardi em 2005. Mas ambas ficaram no automobilismo norte-americano.

A espanhola Maria de Villota trabalhou com Lotus e Marussia em 2011 e 2012, mas se acidentou, perdeu uma vista e morreu aos 33 anos de idade.

A Williams, porém, não informou se será Felipe Massa ou Valtteri Bottas que abrirá mão da vaga no treino da próxima sexta-feira. Nos GP’s do Bahrein e China deste ano, o finlandês ficou de fora da sessão para o brasileiro Felipe Nasr participar.

Massa tem menos pontos que Bottas no campeonato (30 contra 55) e o único pódio da Williams no ano foi conseguido pelo finlandês.

Susie Wolff tem 31 anos de idade e é casada com Toto Wolff, diretor executivo da Mercedes e que tem 16% das ações da Williams.