Mato Grosso, Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019
Logo Só Informação
Informe Publicitário
BRIGA

Briga entre presos tem 5 feridos no Pascoal Ramos

Marcia Jordan

27/06/2014 às 11:21

Briga entre presos tem 5 feridos no Pascoal Ramos

Uma briga entre facções no raio 1 da Penitenciaria Central do Estado (PCE) quase terminou em tragédia durante a tarde de quinta-feira (26). Forças policiais antimotim tiveram que ser acionadas e durante a confusão 5 presos ficaram feridos. A polícia teve que jogar bombas de efeito moral e disparar balas de borrachas. A situação foi tão tensa que a contenção se viu obrigada a utilizar armamento com munição letal. Nisso um detento levou um tiro na perna e teve que ser levando ao Pronto-Socorro.

De acordo com diretor da PCE, Roberval Ferreira, 2 presos estavam sendo espancados por colegas de cela no raio 1. Para agravar a situação, o setor de inteligência da policia recebeu uma denúncia que dizia que um terceiro preso seria assassinado no mesmo dia (ontem). Diante da situação, a polícia foi acionada para entrar no raio 1 e retirar os presos que corriam risco de vida.

Quando polícia chegou, os presos revoltosos não deixaram que a tropa entrasse na cela para resgatar os ameaçados. Para furar a barreira, a polícia, primeiramente tentou o diálogo, depois houve o lançamento de agentes químicos, como granadas de efeito moral, bombas de lacrimogêneo e spray de pimenta. Mesmo assim, os presos resistiam as investidas.

O diretor relata que os batalhão começou a atirar balas de borrachas. Nisso, os presos pegaram os colchões e fizeram uma espécie de escudo para se proteger dos disparos. A situação começou a se complicar porque os detentos, protegidos com os colchões, começaram a avançar em cima da contenção, na tentativa de pegar um agente da PCE como refém.

Foi a partir daí que a polícia utilizou de arma letal, pois já havia esgotado todas os recursos para conter o motim. Na ação, 5 presos ficaram feridos, sendo 4 com balas de borracha e 1 com arma letal. O detento ferido com munição de verdade foi levado para o hospital e passa bem. Os policiais também conseguiram retirar os 3 presos que corriam risco de vida. Eles estão em uma cela separada no raio 5 e a segurança na unidade foi reforçada

 

Fonte Olhar Direto