Mato Grosso, Quarta-Feira, 22 de Setembro de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
DRACENA

Dracena se inspira em Zé Roberto e quer título mundial no Palmeiras

Marcia Jordan

06/01/2016 às 13:16

Dracena se inspira em Zé Roberto e quer título mundial no Palmeiras

00834837-1024x682“Você tem mais títulos do que anos de carreira. Sua história é muito boa.” Foi assim que o vice-presidente do Palmeiras, Genaro Marino, apresentou Edu Dracena nesta quarta-feira. Mas o novo camisa 3 do clube quer provar que seus 33 anos de idade não são problema e alcançar no Verdão a conquista que lhe falta: o Mundial.

“A única conquista que me falta é ser campeão mundial, e espero ser com a camisa do Palmeiras”, disse o jogador, que já conquistou a Libertadores pelo Santos, em 2011, e traça o bicampeonato particular e do Verdão no torneio continental para poder celebrar o Mundial no final deste ano.

Para cumprir sua própria expectativa, o zagueiro tem o exemplo de um novo colega. Zé Roberto tem 41 anos e foi campeão da Copa do Brasil do ano passado como capitão. “Eu me sinto muito bem. Vestir a camisa do Palmeiras é um desafio muito grande, e gosto de desafio. Por isso estou com 34 anos, mas com a cabeça e o físico de 21 anos”, falou Edu Dracena, que só fará 34 anos em maio.

“Ainda tenho gás, tenho lenha para queimar. É importante para jogadores com certa idade quebrar esse paradigma. O Zé é um exemplo para todos de que não é idade, é cabeça. Sigo o exemplo dele e me dedico. Sou profissional, cumpro horários e as minhas obrigações. Por isso passei dos 30 e consigo continuar jogando”, prosseguiu.

O aspecto de liderança e experiência, bastante ressaltado pelos dirigentes para justificar o acordo com o Corinthians e conseguir a liberação de Edu Dracena sem custos, é algo que agrada o zagueiro. Mas o jogador não vai impor qualquer ascendência em um elenco que já conta com Zé Roberto e Fernando Prass, por exemplo.

“Ser capitão e líder não é uma coisa imposta, é natural. Foi assim em todos os clubes que passei. O pessoal vai me conhecer no dia a dia e ver como sou nos treinos e jogos. Vou procurar passar a experiência que vivi no futebol, e vou ficar quieto se não for ajudar. É natural”, indicou, sem esconder a alegria por receber a camisa 3 nesta tarde.

“Estou muito contente e feliz por vestir essa camisa. É uma expectativa muito grande. É como se fosse o primeiro contrato da minha carreira. Espero retribuir em campo todo esforço que fizeram para eu vestir essa camisa. Almejo construir uma história bonita aqui, como deixei em outros clubes, com títulos”, afirmou Dracena, que tem contrato até o final de 2017 com o Palmeiras.

 

 

Fonte:gazeta esportiva