Mato Grosso, Domingo, 17 de Novembro de 2019
Logo Só Informação
Informe Publicitário
BASE

Base aliada confirma Lúdio ao governo com Ferrarin de vice

Marcia Jordan

25/06/2014 às 18:19

Base aliada confirma Lúdio ao governo com Ferrarin de vice

A base aliada que dá sustentação ao governo de Mato Grosso acaba de confirmar o médico e ex-vereador de Cuiabá Lúdio Cabral (PT) como candidato do grupo na disputa pelo comando do Palácio Paiaguás, tendo o empresário Rogério Ferrarin (PMDB) como vice. O candidato ao Senado será o deputado federal Welligton Fagundes (PR).

A definição foi sacramentada no início da tarde desta quarta-feira (25), em reunião na casa do cacique peemedebista Carlos Bezerra. Lúdio há alguns meses vinha disputando o espaço interno com o ex-juiz federal Julier Sebastião. “Queríamos o Julier, mas ficamos isolados. A maioria dos partidos escolheu o Lúdio”, declarou Bezerra em entrevista ao Olhar Direto. O futuro político de Julier, no entanto, ainda não está definido.

Sem PSD de Riva

Chamou a atenção o fato de nenhum membro do PSD ter ido ao encontro que escolheu Lúdio, isso horas após o nome do deputado José Riva (PSD) começar a ser ventilado como possível candidato em uma terceira via. 

Além de Bezerra, participaram ainda da reunião Ságuas Moraes e Willian Sampaio do PT e o deputado estadual Emanuel Pinheiro (PR). As lideranças seguem agora para o Palácio Paiaguás, para comunicar a decisão ao governador Silval Barbosa (PMDB).

Quem são Lúdio, Ferrarin e Fagundes

O pré-candidato ao governo de Mato Grosso pelo PT, Lúdio Cabral, tem 43 anos, é médico sanitarista formado pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Foi vereador por Cuiabá em dois mandatos, de 2005 a 2012, e disputou a Prefeitura de Cuiabá em 2012 e foi derrotado no segundo turno pelo empresário Mauro Mendes (PSB), obtendo 140.798 votos (45,5%). 

O vice de Lúdio Cabral, Rogério Ferrarin, tem 37, e também disputou uma prefeitura de Mato Grosso em 2012. Na ocasião, o empresário obteve 11.310 votos (45,43%) na disputa pela Prefeitura de Lucas do Rio Verde. 

O candidato ao Senado pelo grupo, Wellington Fagundes, tem 57 anos, e é formado em medicina veterinária pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e pós-graduado em Ciência Política pela Universidade de Brasília (UnB). Em 1987, o parlamentar assumiu a Secretaria Municipal de Planejamento de Rondonópolis, na gestão de Hermínio J. Barreto. Em 1990, concorreu a uma cadeira na Câmara dos Deputados e foi eleito. Reeleito em 1994, 1998 (nesta eleição foi o mais votado de Mato Grosso), 2002, 2006 e em 2010 (novamente como o mais votado em MT com 145.460 votos, o 10º entre os deputados federais mais votados do país)

Fonte Olhar Direto