Mato Grosso, Sexta-Feira, 15 de Novembro de 2019
Logo Só Informação
Informe Publicitário
‘COPA

‘Copa em Cuiabá foi um sucesso’, diz secretário após último jogo na Arena

Marcia Jordan

24/06/2014 às 21:59

‘Copa em Cuiabá foi um sucesso’, diz secretário após último jogo na Arena

Ao final dos quatro jogos da Copa do Mundo, em Cuiabá, o secretário extraordinário da Copa, Maurício Guimarães, comemorou o resultado da festa que teve início há 15 dias na capital e que chegou ao fim com a partida entre Colômbia e Japão, nesta terça-feira (24). Desconsiderando a imagem de ‘cidade inacabada’, ele disse que, se tivesse que dar uma nota para o ‘desempenho’ de Cuiabá no evento, sem dúvida seria 10. Até o início do mundial, mais de 30 obras previstas ainda não haviam sido

“A Copa foi um sucesso. Trabalhamos muito para que ocorresse dessa forma”, enfatizou Guimarães. Ele exaltou o grande público que compareceu à Arena Pantanal nos quatro jogos para ver as partidas. Apesar do encerramento, segundo ele, a cidade ainda deve continuar em festa e a Fifa Fan Fest, por exemplo, continuará aberta ao público com shows musicais e apresentações culturais até o final da Copa, no dia 13 do mês que vem. “Vamos continuar aproveitando e torcendo pelo Brasil na Copa”, afirmou.

Após o evento, a Secopa também deve continuar em funcionamento para a conclusão das obras que deveriam ter ficado prontas para a Copa, mas que ainda estão sendo executadas. A pasta será extinta em dezembro deste ano e até lá todas as obras devem estar prontas. Contudo, se não ficarem, devem ser finalizadas por outras secretarias, entre elas a Secretaria Estadual de Transporte e Pavimentação Urbana (Setpu) e a pasta de Cidades.

Jogo entre Japão e Colômbia foi o último da Copa em Cuiabá (Foto: Edson Rodrigues/Secopa-MT)

A maioria delas faz parte do conjunto do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), modal de transporte escolhido pelo governo do estado para atender a demanda de usuários do transporte coletivo durante o mundial. A previsão do governo é que em 2015 o metrô de superfície esteja operando em um percurso de 22 quilômetros nas principais vias de Cuiabá e Várzea Grande, região metropolitana da capital.

Assim como o transporte coletivo, a hospedagem dos turistas não gerou reclamações por parte dos torcedores que desembarcaram em Cuiabá para ver os jogos. Esses setores eram os que mais preocupavam antes do mundial, já que o VLT não havia ficado pronto a tempo da Copa e a rede hoteleira não tinha leitos suficientes para acomodar os visitantes, segundo levantamento do Ministério do Turismo divulgado no início deste ano.

Diante do problema, medidas alternativas foram tomadas às pressas, principalmente no que diz respeito à falta de leitos nos hotéis. Dois programas de hospedagem alternativa foram lançados, o ‘Cama e Café’ e o ‘Aluguel Cuiabá’. Alguns turistas ficaram em áreas de camping, principalmente chilenos e colombianos, o que também contribuiu para a redução do déficit.

Casos de polícia
Durante os jogos da Copa, poucas ocorrências foram registradas e não houve manifestações. Nesse último jogo, o estádio foi palco de dois crimes. Em um deles, um torcedor japonês foi detido por desacato à autoridade contra um policial civil, dentro da Arena Pantanal. O estrangeiro foi encaminhado para a Delegacia do Turista. Também houve denúncia de furto de uma bolsa, contendo objetos pessoais de uma torcedora. O balanço final das ocorrências policiais ainda deverá ser divulgado.