Mato Grosso, Quarta-Feira, 23 de Junho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
IPIRANGA

Ipiranga do Norte: Municipio ganha torre digital de videomonitoramento com câmeras de alta definição

Marcia Jordan

29/02/2016 às 07:27

Ipiranga do Norte: Municipio ganha torre digital de videomonitoramento com câmeras de alta definição

TORRE-1-1A cidade de Ipiranga do Norte ganhou no sábado (27/2) um totem de videomonitoramento interativo. Trata-se de uma torre digital de vigilância com cinco metros de altura instalada na junção das avenidas Vítória e Rio Branco, ao lado da praça Ilberto Efting

O equipamento – que possui seis câmeras digitais de alta definição, sendo uma com alcance de até um quilômetro – foi adquirido pela iniciativa privada, sem custos para a Prefeitura Municipal.

Idealizadora e patrocinadora do projeto, a empresária Neiva Dalla Valle diz que o objetivo é inibir a prática de crimes, pequenos furtos, o comércio de drogas, brigas e vandalismo na região central da cidade. “É um momento histórico para Ipiranga do Norte. Esse é um projeto que algumas cidades, como Curitiba, São José dos Pinhais, Parati e Rezende, estão testando com sucesso há um ano, com queda de 30 a 40% nos índices de criminalidade depois da instalação dos totens”, informa.

“Toda ajuda tecnológica que agregarmos ao patrulhamento da nossa Polícia Militar é bem-vinda e vai representar a ampliação dos resultados alcançados no combate da criminalidade”, avalia o presidente do Conselho Municipal de Segurança Pública (Conseg), Nei Alves Pereira. “Quero elogiar a iniciativa da Neiva por colocar esse produto para nós aqui em Ipiranga do Norte. Com certeza, aumentará a nossa segurança”.

O prefeito Pedro Ferronato informa que, futuramente, a central de monitoramento passará a funcionar na sede da Delegacia de Polícia Civil, que deverá ser construída em breve. “Essas torres, com certeza, farão parte da nossa política pública de segurança. Vamos fazer com que possamos controlar a cidade por completo. As entradas, as passagens do município, vamos cercar e fazer com que Ipiranga tenha na área da segurança um controle total”.

O totem funciona como um módulo fixo de vigilância com dispositivos que permitem a interação das pessoas com a central de monitoramento instalada na sede de uma empresa de segurança particular.

As câmeras geram imagens em qualidade Full HD, com ângulo de 360 graus, que são processadas e transferidas para a central. Quatro são fixas, com alcance de 50 metros, uma funciona como canal de comunicação do usuário com a central e a última é do tipo “speed dome”, multidirecional, que pode captar imagens em até um quilômetro de distância, inclusive à noite.

A torre fica com sinalização giroflex ligada 24 horas e emite mensagens sonoras com orientações sobre segurança. Quando alguém tenta danificar o equipamento, ele dispara um alarme local e aciona ao mesmo tempo a força policial para a tomada de providências.

A eficácia do equipamento será avaliada durante um período de 45 dias. Caso a iniciativa seja aprovada, outras torres deverão ser instaladas em mais sete pontos estratégicos da cidade de Ipiranga do Norte.

População poderá denunciar crimes ou pedir ajuda

O totem inaugurado em Ipiranga do Norte no sábado (27/2) é o primeiro a ser instalado em Mato Grosso. Segundo a empresária Neiva Dalla Valle, as câmeras irão filmar e gravar imagens diariamente, 24 horas, que serão enviadas à central de monitoramento que funciona atualmente na sede de uma empresa de segurança privada.

O equipamento possui um botão de acionamento de emergência que permitirá ao usuário falar direto com a central de monitoramento para pedir auxílio em qualquer tipo de emergência ou solicitar informações. “Os funcionários que atuam na central irão acionar os serviços necessários para o atendimento do cidadão, como ambulância, Polícia Militar e outros serviços”, explica a proprietária da Valle Imóveis, com sede em Sorriso.

O objetivo, conforme Neiva, é transmitir à população a sensação de que ela está sendo cuidada, com a possibilidade de pedir auxílio a qualquer momento. “Essa torre digital pode ser acessada por qualquer pessoa que estiver passando por ela e que esteja com alguma dificuldade ou que queira denunciar alguma ocorrência aqui no entorno da praça. Acredito que o sistema reduzirá drasticamente os índices de criminalidade na cidade, porque os meliantes sabem que a partir de agora estarão sendo vigiados e denunciados”, acrescenta a empresária.

A torre também emite sinais sonoros e dará informações educativas a quem acessar o sistema. “Será um grande auxílio no controle do trânsito e ajudará a coibir furtos, roubos e outras ações”, avalia Neiva Dalla Valle.. O equipamento – que possui seis câmeras digitais de alta definição, sendo uma com alcance de até um quilômetro – foi adquirido pela iniciativa privada, sem custos para a Prefeitura Municipal.

Idealizadora e patrocinadora do projeto, a empresária Neiva Dalla Valle diz que o objetivo é inibir a prática de crimes, pequenos furtos, o comércio de drogas, brigas e vandalismo na região central da cidade. “É um momento histórico para Ipiranga do Norte. Esse é um projeto que algumas cidades, como Curitiba, São José dos Pinhais, Parati e Rezende, estão testando com sucesso há um ano, com queda de 30 a 40% nos índices de criminalidade depois da instalação dos totens”, informa.

“Toda ajuda tecnológica que agregarmos ao patrulhamento da nossa Polícia Militar é bem-vinda e vai representar a ampliação dos resultados alcançados no combate da criminalidade”, avalia o presidente do Conselho Municipal de Segurança Pública (Conseg), Nei Alves Pereira. “Quero elogiar a iniciativa da Neiva por colocar esse produto para nós aqui em Ipiranga do Norte. Com certeza, aumentará a nossa segurança”.

O prefeito Pedro Ferronato informa que, futuramente, a central de monitoramento passará a funcionar na sede da Delegacia de Polícia Civil, que deverá ser construída em breve. “Essas torres, com certeza, farão parte da nossa política pública de segurança. Vamos fazer com que possamos controlar a cidade por completo. As entradas, as passagens do município, vamos cercar e fazer com que Ipiranga tenha na área da segurança um controle total”.

O totem funciona como um módulo fixo de vigilância com dispositivos que permitem a interação das pessoas com a central de monitoramento instalada na sede de uma empresa de segurança particular.

As câmeras geram imagens em qualidade Full HD, com ângulo de 360 graus, que são processadas e transferidas para a central. Quatro são fixas, com alcance de 50 metros, uma funciona como canal de comunicação do usuário com a central e a última é do tipo “speed dome”, multidirecional, que pode captar imagens em até um quilômetro de distância, inclusive à noite.

A torre fica com sinalização giroflex ligada 24 horas e emite mensagens sonoras com orientações sobre segurança. Quando alguém tenta danificar o equipamento, ele dispara um alarme local e aciona ao mesmo tempo a força policial para a tomada de providências.

A eficácia do equipamento será avaliada durante um período de 45 dias. Caso a iniciativa seja aprovada, outras torres deverão ser instaladas em mais sete pontos estratégicos da cidade de Ipiranga do Norte.

População poderá denunciar crimes ou pedir ajuda

O totem inaugurado em Ipiranga do Norte no sábado (27/2) é o primeiro a ser instalado em Mato Grosso. Segundo a empresária Neiva Dalla Valle, as câmeras irão filmar e gravar imagens diariamente, 24 horas, que serão enviadas à central de monitoramento que funciona atualmente na sede de uma empresa de segurança privada.

O equipamento possui um botão de acionamento de emergência que permitirá ao usuário falar direto com a central de monitoramento para pedir auxílio em qualquer tipo de emergência ou solicitar informações. “Os funcionários que atuam na central irão acionar os serviços necessários para o atendimento do cidadão, como ambulância, Polícia Militar e outros serviços”, explica a proprietária da Valle Imóveis, com sede em Sorriso.

O objetivo, conforme Neiva, é transmitir à população a sensação de que ela está sendo cuidada, com a possibilidade de pedir auxílio a qualquer momento. “Essa torre digital pode ser acessada por qualquer pessoa que estiver passando por ela e que esteja com alguma dificuldade ou que queira denunciar alguma ocorrência aqui no entorno da praça. Acredito que o sistema reduzirá drasticamente os índices de criminalidade na cidade, porque os meliantes sabem que a partir de agora estarão sendo vigiados e denunciados”, acrescenta a empresária.

A torre também emite sinais sonoros e dará informações educativas a quem acessar o sistema. “Será um grande auxílio no controle do trânsito e ajudará a coibir furtos, roubos e outras ações”, avalia Neiva Dalla Valle.

 

 

Fonte Assessoria