Mato Grosso, Segunda-Feira, 21 de Junho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
CAMINHONEIRO

Caminhoneiro tem prisão cumprida por homicídio de colega em Sinop

Marcia Jordan

01/03/2016 às 09:52

Caminhoneiro tem prisão cumprida por homicídio de colega em Sinop

viatura pmUm caminhoneiro acusado de homicídio foi preso na sexta-feira (26.02), na operação da Secretaria de Segurança Pública “Carga Máxima”. O acusado, César Luis Rauber, 46, teve o mandado de prisão cumprido durante ação da Polícia Judiciária Civil realizada pela equipe da Divisão de Homicídios de Sinop (500 km ao Norte).

O crime aconteceu em outubro de 2014, próximo a empresa “Ovetril” na BR 163, após a vítima, Newton Antônio Lopes, 34, que também era caminhoneiro, ter uma desavença com suspeito. Na ocasião, houve uma briga onde Newton segurava um facão e Cesar uma faca. Eles entraram em luta corporal vindo César a ferir e matar Newton.

Segundo a Polícia, o crime teve motivo passional, pois Newton teve um relacionamento amoroso e extraconjugal com a esposa de César. Logo após o crime, César fugiu.

Segundo o delegado de polícia que presidiu o inquérito policial, Carlos Eduardo Muniz dos Santos, no local do crime, foi encontrado um pedaço do couro cabeludo do suspeito, além de depoimentos de testemunhas e outros indícios, que apontavam César com autor do crime. Com base nas informações, a Polícia Civil representou pelo pedido de prisão de César, expedido pela Justiça.

Com a ordem judicial, os policiais civis conseguiram informações que o investigado estaria no município de Lucas do Rio Verde (354 km ao Norte). Em seguida descoberto que César estava carregando um caminhão Bitrem no município de Porto dos Gaúchos (663 km a Médio Norte).

Em buscas na região, o procurado foi localizado no Distrito de Novo Paraná, a cerca de 25 quilômetros de Porto dos Gaúchos. Ao ser preso, os policiais civis constataram que César apresentava sinais de escalpo, na região capilar, decorrente da luta corporal que teve com a vítima.

Levado à Delegacia de Polícia, o suspeito foi interrogado e confessou o crime. Ele também relatou os motivos que o levaram a cometer o homicídio.

 

 

 

Fonte Assessoria