Mato Grosso, Segunda-Feira, 20 de Setembro de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
DEPUTADO

Deputado federal troca PDT pelo PSD em MT

Marcia Jordan

11/03/2016 às 07:56

Deputado federal troca PDT pelo PSD em MT

dd6aff0fc9acfcc8cdf16492fc750815Preparando-se para sua segunda eleição municipal, o Partido Social Democrático, que conquistou mais prefeituras no pleito de 2012, deve ter o maior número de candidaturas próprias nas eleições deste ano.

Nos últimos quatro anos, o partido registrou crescimento de aproximadamente 57% em número de filiados, conforme os dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Além da quantidade, o partido tem aumentado sua representatividade nos últimos meses sob a liderança do vice-governador e presidente da sigla no Estado, Carlos Fávaro.

A partir desta sexta-feira (11), a sigla passa a contar com maior bancada da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), com seis representantes. O grupo é encabeçado por um dos responsáveis pelo processo de fundação do partido no Estado, o deputado estadual Gilmar Fabris, que também responde pela liderança da bancada.

Juntam-se a Pedro Satélite, José Domingos Fraga, Meraldo Sá (que ocupa a cadeira de Fabris) e o recém filiado Leonardo Albuquerque, os deputados Ondanir Bortolini, o Nininho, e Wagner Ramos.

Na Câmara Federal, onde já conta com 34 deputados federais em exercício e mais oito licenciados, o PSD passa a contar com um representante mato-grossense, com a filiação do deputado José Augusto Curvo, o Tampinha, e do suplente Ederson Dalmolin, o Xuxu Dalmolin.

Presidente da Executiva Estadual do PSD, o vice-governador Carlos Favaro ressalta que, junto a base do governador Pedro Taques, o partido vivencia um novo momento e caminha para ser o maior em número de candidaturas próprias neste pleito, com candidatos majoritários em mais de 80 municípios.

No Poder Executivo, onde também já se destaca com nomes como o do presidente da Associação Mato-grossense de Municípios (AMM), o prefeito de Nortelândia, Neurilan Fraga, partido ainda passa contar com o presidente da Empresa Mato-grossense de Pesquisa e Extensão Rural (Empaer), Layr Mota.

Ainda, mais cinco prefeitos e uma vice-prefeita aderem ao partido no ato desta sexta-feira, totalizando 46 prefeitos e 20 vice-prefeitos na sigla, ressaltando o posicionamento da sigla como a mais representativa nos municípios de Mato Grosso.

“Nosso maior compromisso é com o projeto de transformação dos municípios”, destacou Fávaro, ponderando a prioridade do partido pela qualidade de suas lideranças e não apenas por quantidade.
Desta forma, o PSD atinge a marca de representatividade municipal com quadros atuantes em todas as esferas do Poder Público agindo em prol de um projeto único.

Na Capital, o líder do prefeito Mauro Mendes (PSB) na Câmara de Cuiabá, vereador Domingos Sávio, também passa a integrar o PSD.

Destacado entre as maiores siglas do país, mais que nomes consistentes para a disputa, o PSD deverá contar com um dos maiores tempos de propaganda partidária eleitoral gratuita nas emissoras de rádio e TV em razão de sua representatividade na Câmara dos Deputados.

De acordo com a legislação eleitoral, para disputar as eleições deste ano, é necessário que aquele que deseja se candidatar esteja filiado a um partido até 1º de abril, sendo válida a mudança para qualquer mandatário de cargo eletivo.

 

 

Fonte Folhamax