Mato Grosso, Quinta-Feira, 17 de Junho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
APÓS

Após 6 meses de prisão, ex-governador de MT pode ser solto nesta semana

Marcia Jordan

21/03/2016 às 14:51

Após 6 meses de prisão, ex-governador de MT pode ser solto nesta semana

65869c14d384cd6b40b262a65ea63da5A Terceira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça retoma na quarta-feira (21) o julgamento de um habeas corpus que pode conceder liberdade em definitivo ao ex-governador Silval Barbosa (PMDB). O desembargador Luiz Ferreira da Silva emitiu voto favorável, porém, houve pedido de vistas compartilhado pelos desembargadores Gilberto Giraldelli e Juvenal Pereira da Silva.

Como a prisão preventiva relacionada a Operação Sodoma da Polícia Civil já foi revogada pelo STF (Supremo Tribunal Federal), o ex-governador poderá ser solto em definitivo após seis meses de prisão preventiva. Isso porque Silval ainda segue preso preventivamente por conta do mandado expedido em razão da Operação Seven deflagrada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) que o acusa de ser um dos líderes de um esquema de desvio de R$ 7 milhões dos cofres públicos por meio de fraude na aquisição de um terreno público.

O ex-governador está preso desde o dia 17 de setembro, dois dias após a juíza da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Selma Rosane Arruda, expedir mandado de prisão pela suspeita de Silval ser um dos beneficiários do esquema de cobrança de propina para concessão de incentivos fiscais que vigorou durante seu mandato.  Também foram presos os ex-secretários de Estado, Pedro Nadaf e Marcel de Cursi. Na segunda-fase da Operação Sodoma, ambos tiveram novo mandado de prisão decretado e ainda não obtiveram nenhum habeas corpus favorável.

Na mesma investigação, a Justiça negou um terceiro mandado de prisão preventiva ao ex-governador Silval Barbosa. Por outro lado, outro ex-secretário de Estado, Cézar Zilio, foi preso pela Polícia Civil.

 

 

Fonte:folhamax