Mato Grosso, Domingo, 25 de Julho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
ESTADO

Estado abre PAD contra 2 ex-secretários de Silval que correm risco de demissão

Marcia Jordan

11/04/2016 às 10:00

Estado abre PAD contra 2 ex-secretários de Silval que correm risco de demissão

ecae982f64ec37a46ff443e5ce84b971A Controladoria Geral do Estado (CGE) confirmou que está em curso um PAD (Processo Administrativo Disciplinar) contra o ex-secretário da Copa do Mundo, Maurício Guimarães, e o ex-adjunto da pasta, Alisson Sander. Ambos são servidores públicos de carreira e podem perder os cargos.

Maurício Guimarães é agentes de tributos lotado na Secretaria de Fazendá. Já Alisson é auditor do Estado, lotado na própria Controladoria Geral.

Ambos respondem por irregularidades cometidas na própria Secopa. Eles são acusados de improbidade administrativa e lesão aos cofres públicos enquanto dirigentes do órgão.

De acordo com o controlador-geral do Estado, Ciro Gonçalves, o processo contra os ex-secretários estão na fase de oitiva de testemunhas. Posteriormente, será aberto prazo para as defesas se manifestarem sobre as acusações.

Não há prazo para conclusão dos procedimentos, apesar das portarias estabelecerem definição em 60 dias prorrogáveis por mais 60. Ciro Gonçalves explicou que o atraso é normal em virtude da complexidade dos fatos apurados.

O controlador explicou que as auditorias realizadas nas obras da Copa apontaram que a maioria das irregularidades encontradas foram de responsabilidade do Estado. Em relação ao VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), o governo é culpado por 68% dos problemas detectados. O restante é de responsabilidade do Consórcio VLT.

 

 

 

Fonte Folhamax