Mato Grosso, Quinta-Feira, 24 de Junho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
POLÍCIA

Polícia Militar apreende mais de mil armas de fogo no primeiro trimestre de 2016

Marcia Jordan

14/04/2016 às 09:42

Polícia Militar apreende mais de mil armas de fogo no primeiro trimestre de 2016

640px-armasNo primeiro trimestre deste ano, a Polícia Militar apreendeu 1.023 armas de fogo. Essa quantidade representa um aumento de 33,5%, se comparado ao mesmo período de 2015 (766). Os números foram extraídos do Sistema de Estatística, Ocorrência e Produtividade (Seop) da PM. Em uma análise mais detalhada desses dados, é como se por dia tivessem sido retiradas 11,3 armas de circulação.

De acordo com subchefe do Estado Maior da PM, coronel Jadir Metello da Costa, esse produtividade operacional contribui para com a redução do índices de óbitos ocorridos com emprego de arma de fogo. Em Mato Grosso, por exemplo, conforme o último levantamento do Mapa da Violência (divulgado em 2015), essa taxa de mortalidade foi de 22,8 (a cada 100 mil habitantes).

Assim, segundo Costa, com a retirada dessas armas das ruas, centenas de vidas foram poupadas. Já que, conforme o Mapa, a cada uma hora, cinco pessoas são mortas por arma de fogo no Brasil.

Para o superintendente de Planejamento Operacional e Estatística da PM, Paulo Serbija, esses dados demonstram ainda a operacionalidade da PM no que se refere a prevenção primária. “Esses números apontam o quanto a instituição produz de forma preventiva e repressiva, com ações realizadas de maneira independente pelas próprias unidades e em conjunto com as demais instituições que compõem a segurança pública do Estado”, explica Serbija.

Além disso, salienta o superintendente, “esse sistema (Seop), que tem como base o acúmulo de ocorrências atendidas especificamente pela PM, é responsável por auxiliar no direcionamento do emprego do efetivo e alocação das viaturas em todo o Estado”.

Conforme o subchefe, por meio dessas análises estatísticas e criminais, já foram realizadas cerca de 80 operações voltadas para prevenção e repressão da criminalidade, dentre elas ‘Saturação’, ‘Inopinada’, ‘Carga Máxima’ e ‘Impacto’.

“São por meio dessas operações, quando é possível realizar abordagens veicular e pessoal em bairros, avenidas e rodovias de grande movimentação, que grande número de armas são apreendidas”, enfatiza Costa.

A orientação da PM é de que o cidadão auxilie nesse trabalho, informando ações suspeitas por meio do Disque Denúncia (0800-65-3939) e registrando as ocorrências, quando vítimas de alguma ação criminosa, da mais simples a mais complexa.

 

 

 

Fonte Assessoria