Mato Grosso, Quinta-Feira, 24 de Junho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
INDÍGENA

Indígena é preso acusado de participação em morte de amigos em pedágio da BR-174

Marcia Jordan

21/04/2016 às 17:07

Indígena é preso acusado de participação em morte de amigos em pedágio da BR-174

vitimas(7)Um índio da etnia Enawenê-nawê foi preso pela Polícia Federal na cidade de Vilhena (Rondônia) acusado de participação no assassinato dos amigos Genes Moreira dos Santos Junior, 24, e de Marciano Cardoso Mendes, 25, segundo o Juína News, a prisão foi registrada na data de 20 de abril.

Os dois foram mortos em dezembro de 2015, após passarem por um pedágio dos índios na BR-74. Genes foi morto com seis tiros, sendo quatro na cabeça, um na barriga e outro no coração. Os corpos ‘foram entregues’ somente três dias após os assassinatos quando uma equipe da Polícia Federal foi até o local”.

Marciano foi morto a tiros e ainda sofreu perfurações nos olhos. Os dois rapazes foram abordados quando seguiam em direção à Bolívia para que fizessem compras de roupas. A dupla estava em poder de cerca de R$ 1 mil. Genes já fazia o trajeto há 18 meses. Já o amigo viajava com ele pela primeira vez.

Segundo a família das vítimas, , Genes e Marciano estavam a bordo de uma picape F-1000, ano 86, que havia sido adquirida dias antes do assassinato. As agressões foram presenciadas pelo funcionário da Funai, que estava parado próximo a uma ponte e trata-se da principal testemunha da Polícia Federal que investiga o caso.

Após o depoimento dele, a Justiça Federal expediu três mandados de prisão e o caso tramita em segredo.

 

 

 

Fonte OlharDireto