Mato Grosso, Quarta-Feira, 16 de Junho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
OPERAÇÃO

Operação multa madeireiras em MT em mais de R$ 1,4 milhão

Marcia Jordan

22/04/2016 às 09:02

Operação multa madeireiras em MT em mais de R$ 1,4 milhão

arquivos_32_conteudo_posts_349980_jpg_350_350_1_0__jpgBalanço divulgado nesta quinta-feira (21) pela Secretaria estadual de Meio Ambiente (Sema) após 14 dias da operação Proteger revelou um montante superior a R$ 1,4 milhão em multas aplicadas a dez madeireiras flagradas com armazenagem de madeira advinda de desmatamento ilegal na região de Colniza, município a 1.065 km de Cuiabá. O volume de madeira ilegal encontrada foi de 2,57 mil m³, suficiente para carregar mais de 50 carretas bitrem.

As autuações ocorreram entre os dias 4 e 18 de abril, com agentes da Sema e policiais da Secretaria estadual de Segurança Pública e do Batalhão Ambiental. O objetivo dos agentes na operação Proteger é combater o comércio ilegal de produtos florestais e forçar as empresas da região a se adequarem à legislação ambiental.

A operação foi concentrada na área da sede do município de Colniza e no distrito de Triunfo (Guariba), na região noroeste de Mato Grosso, responsável pelas maiores taxas de desmatamento no território do estado. Colniza também já é apontado como o município com mais área aberta no estado – dados de satélites do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) nos últimos seis anos revelam a existência de 78,4 mil hectares desmatados.

Ao percorrer o perímetro de até 16 empreendimentos da região, os agentes encontraram inconformidades em 11 delas quanto a procedimentos para estocagem de produtos florestais, como o volume de madeira (em toras e serrada), o qual foi totalmente apreendido.

Agora, as madeireiras foram declaradas fieis depositárias do estoque apreendido e não poderão comercializá-lo sem autorização judicial.

 

 

Fonte G1/MT