Mato Grosso, Segunda-Feira, 26 de Julho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
GAECO

Gaeco caça ex-servidor da Seduc; PSDB cita "grandioso gesto ético" de Permínio

Marcia Jordan

05/05/2016 às 10:05

Gaeco caça ex-servidor da Seduc; PSDB cita "grandioso gesto ético" de Permínio

9ec6795dccc09853a67b29e2b7fc2c32

Partido ainda enaltece pulso firme do governador no combate a corrupção em MT

Em nota encaminhada a imprensa, o diretório estadual do PSDB elogiou a atitude do ex-secretário de Educação, Permínio Pinto Filho, em se afastar do cargo para garantir a lisura das investigações na “Operação Rêmora”, deflagrada na última terça-feira pelo Gaeco (Grupo de Ação Especial e Combate ao Crime Organizado). Na operação, foram presos o ex-assessor especial da pasta, Fábio Frigeri, o ex-servidores Moisés Dias da Silva e o empresário Giovani Guizardi.

Após 48 horas, o servidor Wander Luiz dos Reis segue foragido. O Gaeco faz buscas para encontrá-lo e fazer a detenção temporária.

Permínio era um dos nomes tucanos para disputar a prefeitura de Cuiabá neste ano ou até mesmo compor a chapa com o prefeito Mauro Mendes (PSDB). “O PSDB apoia e manifesta sua solidariedade à atitude tomada pelo secretário Permínio Pinto, importante filiado do nosso partido no Estado que, diante dos fatos pediu o afastamento do cargo de secretário, a fim de que a apuração ocorra sem a sua presença no órgão”, diz a nota assinada pelo deputado federal Nilson Leitão.

A nota destaca que a decisão da magistrada isenta o tucano de participação nas fraudes e também o fato dele ter atuado no combate as fraudes, pois determinou a exoneração de dois servidores presos. “O que torna mais grandioso o seu gesto ético de pedir afastamento do cargo”, aponta.

O PSDB também enaltece a atitude da secretária Adriana Vandoni em encaminhar a denúncia aos órgãos de controle e do governador Pedro Taques reafirmar a atuação no combate a corrupção. No entanto, o Gaeco contesta a informação que tem sido repassada pela secretária, já que as investigações de fraudes na Seduc iniciaram no ano passado e somente neste ano houve encaminhamento da denúncia para a Delegacia Fazendária.

NOTA DE SOLIDARIEDADE
Diante dos fatos já noticiados pela imprensa sobre a operação Rêmora e da atitude tomada pelo secretário de Educação, Permínio Pinto, a executiva estadual do partido, consultada por telefone aprovou a emissão da seguinte nota de solidariedade:
1 – O PSDB apoia as investigações da Polícia Judiciária Civil e do Ministério Público para elucidar em detalhes as fraudes em licitações públicas que ocorreram no âmbito da Seduc.
2 – O PSDB apoia e manifesta sua solidariedade à atitude tomada pelo Secretário Permínio Pinto, importante filiado do nosso partido no Estado que, diante dos fatos pediu o afastamento do cargo de secretário, a fim de que a apuração ocorra sem a sua presença no órgão.
3 – O PSDB acredita ser importante destacar que a juíza Selma Arruda em sua decisão afirmou não existirem elementos que permitissem a suposição do envolvimento do secretário Permínio Pinto, o que torna mais grandioso o seu gesto ético de pedir afastamento do cargo.
4 – O PSDB destaca ainda que o secretário Permínio já vinha atuando no combate à fraudes praticadas contra o Estado, como comprovam as demissões por ele realizadas dos ex- servidores Moisés Dias da Silva e Wander Luis dos Reis.
5 – O PSDB destaca ainda que as investigações da Delegacia Fazendária e do Gaeco foram estimuladas pela Secretária de Combate à Corrupção, Adriana Vandoni, também filiada ao nosso partido.
6 – O PSDB também se solidariza com o governador Pedro Taques que com pulso firme no comando do Estado tem demonstrado o compromisso de todos nós com a política de transformação pela qual passa o Estado.
Executiva Estadual do PSDB
Deputado Federal Nilson Leitão
Presidente

 

 

 

Fonte Folhamax