Mato Grosso, Sexta-Feira, 17 de Setembro de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
CÂMARA

Câmara aprova projeto e autoriza prefeitura a fazer manutenção em viaturas

Marcia Jordan

10/05/2016 às 09:45

Câmara aprova projeto e autoriza prefeitura a fazer manutenção em viaturas

O serviço, solicitado pelo Conseg, deve ser realizado em veículos utilizados no projeto Jornada Voluntária

sessao03O projeto Jornada Voluntária consiste na participação do policial, em folga do batalhão, para realizar serviços e ações no município com o objetivo de reduzir os números de violência, imprudência e outras infrações e ampliar a rede de proteção.

A parceria entre o Poder Público e a iniciativa privada surgiu há dois anos por intenção do Conseg – Conselho Comunitário de Segurança de Lucas do Rio Verde –, que percebeu a necessidade de intensificar as rondas e acelerar processos de investigação com viaturas por mais tempo nas ruas.

Mas, mesmo garantindo uma sensação maior de segurança à população, o serviço passa por dificuldades em função da falta de recursos para manutenção dos veículos. Na sessão ordinária desta segunda-feira (09), os vereadores aprovaram o projeto que autoriza a prefeitura a realizar esse serviço, apesar de reconhecerem que a responsabilidade é do Governo do Estado de Mato Grosso.

“São carros do Governo do Estado, mas o Município sabe que, muitas vezes, ao esperar pelo órgão, deixa de desempenhar o papel de atender o cidadão. Lucas do Rio Verde sempre deu condições de melhorar os serviços de segurança, como a construção do CDP, do Centro Socioeducativo, entre outros, e isso é oferecer o mínimo de segurança aos luverdenses”, enfatizou o vereador Pedro Góis (PSC).

Durante a sessão, a Câmara aprovou ainda seis indicações, sendo quatro de autoria da Câmara Mirim, quatro moções, um requerimento e outros cinco projetos. Entre as matérias estão remanejamentos de recursos entre secretarias municipais para atender a nova estrutura organizacional da prefeitura.

“Houve junção e até exclusão de secretarias e, para que seja dado andamento às ações e decisões do Executivo Municipal, a Câmara aprovou esses projetos. Isso demonstra que, mesmo em meio a uma crise econômica muito grande, a prefeitura está atuando com responsabilidade para buscar em todas as secretarias as sobras momentâneas para utilizar onde mais necessita”, explicou o vereador Gilson Baitaca (PSB).

A próxima sessão ordinária será realizada no dia 23 de maio, às 17 horas, no auditório da Câmara Municipal, conforme calendário legislativo.

 

 

Fonte Assessoria