Mato Grosso, Segunda-Feira, 21 de Junho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
CAMINHÕES

Caminhões com madeira ilegal são apreendidos em Aripuanã

Marcia Jordan

26/05/2016 às 07:31

Caminhões com madeira ilegal são apreendidos em Aripuanã

00_IMG_6947Uma operação da Polícia Judiciária Civil de Aripuanã, realizada esta semana, resultou na apreensão de um grande carregamento de madeira sem procedência no município. Os veículos flagrados fazendo o transporte, junto com os respectivos condutores foram encaminhados à delegacia para serem ouvidos.

De acordo com o delegado da Polícia Judiciária Civil de Aripuanã Dr. Vinicius de Assis Nazário, denúncias anônimas vindas da Comunidade Morena, localidade distante 55 km da sede de Aripuanã, que havia extração ilegal de madeira naquele lugar. Após colher algumas informações de moradores, foi possível constatar a veracidade dos fatos.

“Tivemos algumas denúncias e após a confirmação, montamos uma operação rápida para combater essa criminalidade. Mesmo com efetivo pequeno, pudemos lograr êxito na operação e apreendemos quatro caminhões carregados com 46 toras de madeiras sem procedência”, disse o Delegado.

Ainda conforme Dr. Vinicius, os motoristas não apresentaram o Documento de Origem Florestal (DOF) e nem nota fiscal da carga. Na delegacia, eles assinaram um Termo Circunstanciado e foram liberados. O destino da madeira, não foi informado, nem os responsáveis pela extração e o dono da área.

O Delegado informou, que após ouvir um dos motoristas e foi constatado que o dono de um dos caminhões o Sr. Valdir Madeireiro, já havia sido autuado pela polícia no ano passado, pelo mesmo crime ambiental e por esse motivo será intimado para comparecer na delegacia e prestar esclarecimento do fato.

Além dos quatro caminhões que estavam carregados com 46 toras de madeiras, uma pá carregadeira e uma motocicleta foram aprendidas na operação. Os crimes ambientais previstos no artigo 46, parágrafo único da lei 9605/98, além de aplicadas as infrações administrativas, foi lavrado o Termo Circunstanciado de Ocorrência, ficando os veículos e as madeiras retidas na Delegacia da Policia Civil de Aripuanã à disposição dos órgãos ambientais.

 

 

 

Fonte Topnoticias