Mato Grosso, Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019
Logo Só Informação
Informe Publicitário
FACEBOOK

Facebook libera fotos de amamentação na rede social; entenda a polêmica

Marcia Jordan

16/06/2014 às 09:45

Facebook libera fotos de amamentação na rede social; entenda a polêmica

As mães que não podiam publicar fotos de amamentação no Facebook agora podem comemorar. A rede social decidiu mudar seus padrões de análise de posts e, a partir de agora, permitir que usuários compartilhem momentos especiais da amamentação de seus filhos, sem medo de ter o perfil removido.

 

O Facebook possui um conjunto de regras para regular o que pode ou não ser mostrado nas fotos pubicadas no site. Embora os padrões da rede social não banissem as fotos de amamentação, elas eram removidas por exibir um conteúdo que poderia se confundir com pornografia.

Os Padrões de Comunidade da rede social possuem uma seção específica sobre o assunto. “O Facebook tem um política rígida contra o compartilhamento de conteúdo pornográfico e qualquer conteúdo sexualmente explícito onde um menor de idade está envolvido. Também impomos limitações na exibição de nudez”, explica a rede social em um manual para os usuários.

Porém, uma recente mudança tem alegrado mães no mundo todo. “Almejamos respeitar o direito das pessoas de compartilhar conteúdo de importância pessoal, sejam fotos de uma escultura, como Davi de Michelangelo, ou fotos de família com a amamentação de uma criança”, diz o guia.

Motivos da remoção das fotos

Na prática, uma foto de amamentação que mostrasse mamilos poderia ser removida sob a alegação de conteúdo contendo “nudez e pornografia”. Com a mudança, os moderadores do Facebook foram instruídos a considerar o contexto em que a imagem é usada e permitir a presença delas na rede social.

Em contato com o Facebook Brasil, a assessoria da rede social informou que a análise dos posts com conteúdo sensível, feito por um grupo de moderadores, foi modificada recentemente. Ainda de acordo com o site, nunca ouve proibição. Porém, foi ajustada a maneira como esse grupo revisa denuncias de nudez, fazendo com que as fotos fossem analisada pelo seu contexto como um todo.

A mudança na política ocorre após o surgimento da campanha #FreeTheNipple (“Liberem os mamilos”), mas ela ainda está sendo implementada. A blogueira Paala Secor decidiu testar a nova medida e publicou uma foto sua amamentando na rede social, que foi excluída menos de um dia depois.

Na hora, ela recebeu um aviso do Facebook informando que sua página poderia ser deletada, mas em seguida a rede social enviou um pedido de desculpas, que dizia que um dos moderadores removeu a página “acidentalmente” e que o conteúdo já havia sido restaurado.

“É bom ver o Facebook respondendo a preocupação de seus usuários, que não queriam nada mais que registrar momentos especiais com seus filhos. Nós esperamos que essa nova regra ajude a reduzir o estigma que existe sobre as imagens de amamentação”, afirmou a líder da Unicef, Francesca Entwistle.

Tech Tudo