Mato Grosso, Quarta-Feira, 16 de Junho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
OPERAÇÃO

Operação da Policia Civil prende 3 por fraude na saúde

Marcia Jordan

02/06/2016 às 09:47

Operação da Policia Civil prende 3 por fraude na saúde

00c9921f7f533677f94e3cb24d0892daA Operação Sanctorum, realizada pela Polícia Civil de São Paulo, prendeu na manhã desta quinta-feira (2), Gilmar Aparecido Alves Bernardes. Já em Cuiabá foram presos, Ronildo Pereira de Medeiros e Antônio Vedoin. Os detidos já haviam sido presos na Operação Sanguessugas em 2006.

Eles são acusados de participarem de um esquema de desvio de verbas provindas de emendas parlamentares destinadas a hospitais filantrópicos, com a compra superfaturada de equipamentos médico-hospitalares.

Em Presidente Venceslau, os policiais civis realizaram buscas e apreensões na Santa Casa, na residência e escritório do provedor do hospital, Antonio José Aldrighi dos Santos. O delegado Mauro Shiguetoshi Chiyoda, que coordenou a operação em Cuiabá, informou o cumprimento das prisões e de buscas nas residências dos envolvidos. Eles serão encaminhados para a sede da Polícia Civil de São Paulo.

O esquema
A Polícia Civil informou que as investigações apuraram que o grupo alicia provedores de hospitais filantrópicos, muitas vezes com a promessa de pagamento de vantagem indevida e, em seguida, com a liberação dos recursos, a mesma organização empresarial criminosa ingressa na venda dos produtos por meio de empresas ‘fantasmas’ registradas em nome de ‘laranjas’, com a venda de produtos em valor muito superior ao de mercado, isso quando efetivamente ocorre a entrega.

Contudo, ainda não se sabe se isso ocorreu ou como houve o pagamento ao provedor Antonio José Aldrighi dos Santos, da Santa Casa de Presidente Venceslau. Por enquanto, foi apurado que houve a compra de equipamentos superfaturados, além de medicamentos e produtos hospitalares que constam em notas fiscais emitidas por uma empresa fantasma, totalizando cerca de R$ 800 mil, mas que nunca entraram no estoque do hospital.

 

 

Fonte Gazetadigital