Mato Grosso, Sexta-Feira, 18 de Junho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
DESATIVAÇÃO UTIs

Profissionais da UTI do Hospital Regional de Sinop protestam contra o fechamento de leitos

O fechamento inicia hoje (11)

Da Redação

11/05/2021 às 13:16

Profissionais da UTI do Hospital Regional de Sinop protestam contra o fechamento de leitos
reprodução

“Estamos nos sentindo traídos. Arriscamos a nossa vida para cuidar de centenas de pessoas que contraíram o vírus da Covid-19 e na primeira redução da ocupação o Governo quer fechar os leitos. São dezenas de profissionais que serão demitidos”. O desabafo é da técnica de enfermagem do Hospital Regional de Sinop, Luciene Rocha Portilio. Ela é uma dos profissionais que atuam na unidade e estão preocupados com o fechamento de dez leitos de UTI Covid iniciado nesta terça-feira (11.05). 

“Recebemos um documento nos informando que não devíamos mais alocar pacientes nestes leitos. Além de nossos empregos, a população de Sinop e região vai perder mais de um terço de sua capacidade de lutar contra esse vírus que já fez tantas vítimas", lamentou o técnico de enfermagem, Sérgio José Caetano. 

Segundo informações repassadas pelos funcionários, o fechamento estaria acontecendo em razão de uma notícia falsa veiculada pela imprensa no início do ano. “Circulou pela cidade uma notícia que todos os pacientes com Covid que estavam internados no Hospital Regional de Sinop haviam falecido, o que é um absurdo, uma mentira sem tamanho. Essa fakenews machucou a todos que trabalham no hospital, que se dedicam, dão o seu melhor para salvar a vida de pessoas que são pais, mães, avós dos meus amigos. Agora estamos sendo punidos por causa dessa mentira”, comentou a técnica de enfermagem, Leila Ribeiro Dantas. 

O sentimento entre os funcionários é de revolta. “Ninguém nos dá uma informação completa sobre o que está acontecendo, apenas que os pacientes devem ser transferidos de unidade. Os familiares dessas pessoas internadas não estão sendo comunicados dessas mudanças internas. Não estamos sendo respeitados como profissionais”, reclamou Sirley Piris, técnica de enfermagem na UTI. 

Cenário

O fechamento de leitos Covid em Sinop vem na contramão da pandemia. Pelos dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde, Mato Grosso registrou 68 novas mortes pela covid-19 na segunda-feira (10). O número é mais do que o dobro registrado no domingo, quando faleceram 29 pessoas.  

“Essa doença tem atacado em ondas, diretamente relacionado ao afrouxamento das medidas de distanciamento social. Um mês atrás estávamos com fila de espera por leitos de UTI, fazendo com que pessoas chegassem para ser atendidas em estágio avançado da doença, dificultando a sua recuperação. Agora a Secretaria de Saúde ao invés de manter e ampliar o número de leitos quer reduzir. Isso é um absurdo, ninguém fala nada, tudo é feito na surdina”, ponderou Nadian Santos Silva, também técnica de enfermagem.