Mato Grosso, Sábado, 17 de Abril de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
QUEBRA DE SAFRA

Situação de Emergência pode ser decretada ainda nesta semana em Sorriso

Estão sendo ajuntado documentos para entrar com pedido

Da Redação

08/03/2021 às 15:06

Situação de Emergência pode ser decretada ainda nesta semana em Sorriso
reprodução

Depois de duas reuniões no fim de semana, --  uma no sábado (6), com representantes de nove municípios da região, além de Sorriso,  e outra no fim da tarde de ontem (7) --, e uma às 6h de hoje (8), a Prefeitura de Sorriso caminha para a emissão de um Decreto de Situação de Emergência por conta das perdas nas lavouras ocasionadas pelo excesso de chuva dos últimos dias.

Ainda na quinta-feira (5), o Município decretou “Estado de Alerta”, depois do aval técnico emitido pela Coordenação de Proteção e Defesa Civil (Compdec), que integra a Secretaria Municipal de Segurança Pública, Trânsito e Defesa Civil (Semsep). A exemplo de outras safras, como a 15/16, por exemplo, as  condições climáticas desta temporada, seja de seca no plantio/maturação, seja de muita água na colheita, preocupam gestores e agricultores.

Na reunião de sábado (6), além do prefeito de Sorriso, Ari Lafin, do secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente (Sama), Marcelo Lincon, de representantes do Sindicato Rural de Sorriso e da Aprosoja, também integraram as análises acerca da emissão de decretos de Estado de Emergência, representantes dos municípios de Vera, Lucas do Rio Verde, Cláudia, Ipiranga do Norte, Itanhangá, Sinop, Nova Ubiratã, Santa Carmem e Feliz Natal.

De acordo com o prefeito de Sorriso, Ari Lafin, os municípios devem elaborar seus respectivos decretos de Emergência e, na sequência, enviar ao Governo do Estado para que então seja emitido um decreto estadual de Situação de Calamidade. “Esta é uma realidade que não é só da região, mas de todo Estado, por isso a importância da unidade nas ações e deste trabalho em bloco, voltado ao atendimento das demandas de quem mais precisa, e, neste momento, nosso setor agrícola precisa muito de nós”, destacou.

No fim da tarde de ontem (7), no gabinete, o prefeito, secretários municipais e o representante do Sindicato Rural e da Aprosoja, Tiago Stefanello,  acompanharam a orientação repassada pelo gerente de Reconstrução da Defesa Civil Estadual, Roque César Macedo Júnior. “Informamos os critérios necessários para este decreto, quais os requisitos que a legislação traz para a emissão deste documento, lembrando que a Defesa Civil existe em todas as esferas (municipal, estadual e federal) e, no caso de Sorriso, cabe ao prefeito emitir este documento com base no parecer repassado pelo representante municipal da Defesa Civil, o coordenador Fábio dos Santos”, detalhou.

Em uma análise preliminar, o Sindicato Rural de Sorriso estima que cerca de 75% da safra de soja foi colhida, mas somente 60% da safrinha de milho foi plantada, visto que, com o excesso de água, não é viável jogar as sementes na terra. O levantamento deve estar consolidado ainda hoje, visto que este estudo deve integrar o rol de documentos para subsidiar o decreto de Situação de  Emergência. As informações foram repassadas pelo representante do Sindicato Rural e delegado da Aprosoja, Tiago Stefanello.

“Acreditamos que em dois ou três dias possamos organizar todos os documentos, fotos e demais itens para compor o parecer que subsidiará o decreto de Situação de Emergência”, destaca o responsável pela Compdec, Fábio dos Santos.

Quanto às estradas vicinais, Sorriso está com a Estrada Basso, que dá acesso ao Assentamento Jonas Pinheiro,  interditada por conta do rompimento da uma galeria no início do mês. Outra via, também na região do Assentamento, está com uma ponte com avaria na cabeceira. Em outros pontos, a Secretaria de Transportes (Semtra) segue com as equipes de prontidão, para que atuem na manutenção da trafegabilidade sempre que houver condições climáticas.