Mato Grosso, Terça-Feira, 1 de Dezembro de 2020
Logo Só Informação
Informe Publicitário
COVID-19

Após apelos para o combater o vírus, saúde indígena recebe R$1 milhão da ALMT

Um total de 21.064 casos de covid-19 foram confirmados nas aldeias

Da Redação

06/10/2020 às 14:25

Após apelos para o combater o vírus, saúde indígena recebe R$1 milhão da ALMT
Reprodução

Por Deyvison Maciel

 

Os povos indígenas do Xingú vêm sofrendo muitas perdas com o avanço da pandemia. Algumas aldeias chegaram a buscar iniciativas de financiamento coletivo com o objetivo de cuidar dos seus doentes. Uma delas pedia doação de R$ 1 milhão para a construção de um Hospital de Campanha.

Apesar dos dados alarmantes de mortes nas tribos indígenas, houve demora de quase seis meses, desde o início da pandemia, para que o governo finalizasse as discussões e a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa viabilizasse o recurso de R$ 1 milhão aos povos indígenas do Parque do Xingú no combate à covid-19. A decisão foi tomada durante a quarta reunião ordinária da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social, ocorrida nesta segunda-feira(5).

Lideranças indígenas do Parque do Xingú denunciam falta de estrutura física e também relatam preconceito nos hospitais urbanos do estado de Mato Grosso. Campanhas de doação de alimentos também ajudaram no combate à pandemia, mantendo os indígenas isolados nas tribos, longe das aglomerações presente nos supermercados.

Dados da Secretaria de Saúde Indígena assinalam que a cada hora cinco indígenas são contaminados. Até o mês de agosto 352 mortes haviam sido registradas em decorrência do coronavírus. Além disso, um total de 21.064 casos de covid-19 foram confirmados nas aldeias no mesmo período dos óbitos. Para a Articulação dos povos indígenas (Apib) os números de mortes podem ter sido o dobro, afinal, a Sesai contabiliza e registra apenas indígenas que vivem em comunidades, ignorando aqueles que residem em cidades o áreas não demarcadas.