Mato Grosso, Quarta-Feira, 28 de Outubro de 2020
Logo Só Informação
Informe Publicitário
FUTEBOL BRASILEIRO:

Luxa admite dificuldade, mas abre possibilidade para reforços no Palmeiras ainda em 2020

Verdão perde receitas por causa da crise, porém continua avaliando o mercado

Da Redação

28/09/2020 às 10:30

Luxa admite dificuldade, mas abre possibilidade para reforços no Palmeiras ainda em 2020

Palmeiras e Vanderlei Luxemburgo entendem que o momento é de dificuldade no mercado, mas o clube não descarta reforçar o elenco alviverde para a sequência do Campeonato Brasileiro, da Libertadores e da Copa do Brasil.

Em 2020, o Verdão mudou filosofia, priorizou a reformulação do plantel e contratou apenas dois atletas: o lateral-esquerdo Matías Viña e o atacante Rony. Mas há a possibilidade de nova contratação caso apareça alguma "oportunidade de negócio", como dirigentes já afirmaram outras vezes. Luxemburgo reforçou essa chance após o empate por 1 a 1 com o Flamengo, neste domingo.

– Nós temos que entender que o elenco que está aí é o que temos até o final da temporada, com a possibilidade de uma ou outra contratação. Isso o clube já deixou claro que se tiver oportunidade de negócio. E não adianta crucificar A, B ou C, nós temos que entender o que nós queremos, o que nós podemos fazer – afirmou o treinador, que falou também sobre o rendimento da equipe.

– A crítica procede. O time não está conseguindo render. Mas acho que os jogadores têm se empenhado para dar o melhor. Vamos continuar trabalhando buscando fazer o melhor, mas as críticas do rendimento procedem, porque não está rendendo como torcida gostaria, como a imprensa está acostumada a ver um time meu jogar.

Vanderlei Luxemburgo iniciou sua trajetória no Palmeiras em janeiro para liderar um projeto de dar mais espaço para a base, cortar gastos e tentar recuperar o futebol de alguns atletas do plantel.

– Nós estamos buscando (uma regularidade maior no setor ofensivo), tentando. Vai daqui, vai dali, mexe na equipe para dar consistência, tem um jogador que vai muito bem hoje, mas aí depois não tem a mesma regularidade, isso mexe com a equipe, nós temos uma mescla de jogadores que estavam aqui com jovens chegando, entrando na equipe. Até você conseguir ajustar, leva tempo.

– Temos procurado trabalhar isso, o jovem faz jogo bem hoje, amanhã nem tanto, o mais experiente entra, mas às vezes falta alguma coisa. Temos buscado o equilíbrio na equipe, e temos que encontrar porque vai começar a Copa do Brasil, classificação para a Libertadores, e daqui para frente as coisas vão ficar cada vez mais difíceis – afirmou o treinador.

Esse pensamento vem desde antes da pandemia, quando os clubes perderam receita – o Verdão vai deixar de arrecadar cerca de R$ 200 milhões no ano por causa da crise.

A diretoria palmeirense tem avaliado e buscado opções no mercado. O clube manifestou interesse no meia Jean Pyerre, do Grêmio, e já negociou com o lateral-direito Marcelo Herrera, do San Lorenzo, que recentemente se lesionou.

O Palmeiras atualmente conta com 25 atletas em seu elenco profissional, além dos apoios de jogadores como Danilo, Henri, Renan e Gabriel Silva, que fazem parte do grupo sub-20 e treinam na Academia de Futebol.

Apesar da expectativa por reforços, o Palmeiras pode liberar mais um jogador. Vitor Hugo negocia com o Trabzonspor, da Turquia, e está perto de ser vendido por 4 milhões de euros (cerca de R$ 26 milhões).