Mato Grosso, Quarta-Feira, 22 de Setembro de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
PMDB

PMDB lança Silvano Amaral para concorrer à presidência da AL no lugar de Emanuel Pinheiro

Marcia Jordan

28/07/2016 às 07:31

PMDB lança Silvano Amaral para concorrer à presidência da AL no lugar de Emanuel Pinheiro

579f6814150b20a2377e739a9da5d0fbApós a decisão do deputado estadual Emanuel Pinheiro (PMDB) de concorrer à Prefeitura de Cuiabá, a bancada do PMDB na Assembleia Legislativa resolveu lançar Silvano Amaral (PMDB) para disputar a presidência da Mesa Diretora, na eleição a ser realizada em setembro deste ano.

Ele representa oposição à atual Mesa e deve reunir também a oposição ao governo Pedro Taques (PSDB), pois os outros dois postulantes ao cargo pertencem à base aliada: o atual presidente, Guilherme Maluf (PSDB), e o vice-presidente Eduardo Botelho (PSB), que conta com apoio do governo.
De acordo com a deputada Janaina Riva (PMDB), a bancada peemedebista, formada por quatro deputados, está fechada em torno do nome de Silvano. A deliberação foi tomada na terça-feira (26), e informada pela parlamentar nesta quarta-feira (27), após a coletiva de imprensa que lançou a pré-candidatura de Pinheiro ao Palácio Alencastro.

“O PMDB está unido em torno do nome do Silvano para presidente da Assembleia. Vamos começar a trabalhar o nome dele junto aos outros deputados. Atualmente, Silvano tem seis votos garantidos”, afirmou Janaina. Quatro dos eleitores são integrantes da bancada do PMDB (Janaina Riva, Emanuel Pinheiro, Silvano Amaral e Romoaldo Junior). Zeca Viana (PDT) seria o quinto voto.

Antes de trocar a disputa para a presidência pela eleição municipal, Emanuel Pinheiro afirmava contar com 10 votos para a Mesa, entre 24 deputados. No entanto, seu grupo havia começado a sofrer uma debandada após o governador decidir apoiar Botelho na disputa, e estava enfraquecido.

Silvano explicou que manterá a estratégia de Pinheiro para conquistar o voto dos colegas de parlamento. “Vou assegurar aos deputados que, se for eleito presidente, conduzirei o Poder Legislativo com autonomia, e a Assembleia será independente do Poder Executivo. Esse era o mote da campanha do Emanuel e será o nosso”, disse.

Emanuel Pinheiro decidiu concorrer à Prefeitura de Cuiabá após sofrer pressão de siglas aliadas e do próprio diretório do PMDB, por ter sido apontado com mais chances de vencer a disputa contra o prefeito Mauro Mendes (PSB), segundo pesquisa qualitativa realizada pelo partido.

 

 

Fonte OlharDireto