Mato Grosso, Sábado, 18 de Setembro de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
SINTEP

Sintep não aceita reposição de aulas aos sábados

Marcia Jordan

07/08/2016 às 10:27

Sintep não aceita reposição de aulas aos sábados

arquivos_853_conteudo_posts_421576_jpg_350_350_1_0__Os professores da rede estadual de ensino decidiram voltar às aulas, a partir desta segunda-feira (8), após 67 dias de greve. Porém, não há definição de como será a reposição das aulas durante este período. O governo indicou pelas aulas aos sábados e, prontamente, contestado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Ensino Público de Mato Grosso (Sintep).

Diante da recusa, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) informou que está formulando nova portaria com instruções sobre o calendário escolar das unidades pertencentes à rede estadual de ensino que aderiram à paralisação dos profissionais da educação. A portaria deverá ser publicada na próxima semana.

Já o Sindicato da categoria afirma que uma comissão será montada para que cada escola defina os horários, seguindo a orientação de que não seja agendada aulas aos sábados porque os alunos não vão, além do que nos municípios mais distante não tem ônibus para levar os estudantes. A deliberação para o fim da greve ocorreu na tarde desta sexta-feira (05) em assembleia da categoria, realizada na Escola Estadual Presidente Médici, em Cuiabá.

De acordo com o secretário de Estado de Educação, Esporte e Lazer, Marco Marrafon, o objetivo comum é a educação pública, gratuita e de qualidade. Por isso, com muito diálogo e conciliação a Seduc busca cumprir com essa finalidade. “Se há divergências de métodos, o importante é aparar as arestas. O momento agora é de nos unir para uma nova Seduc que está surgindo, que dialoga e que está próxima aos profissionais da educação”, afirmou.

Marrafon destacou que com o retorno às aulas a Seduc terá condições de avançar em uma pauta positiva. “Tenho certeza que poderemos efetivamente, juntos, lutar pela qualidade da educação de Mato Grosso”, frisou. O secretário adjunto de Política Educacional, Edinaldo Gomes e Sousa, ressaltou que a gestão sempre se pautou pelo diálogo, com a realização de diversas reuniões com a categoria, para chegar o quanto antes em um denominador que pudesse atender às demandas do trabalhador e as possibilidades do estado.

“O retorno das aulas traz benefícios a todos. É importante a retomada das aulas porque garantimos o direito dos estudantes. Além disso, vamos continuar com a política de valorização dos profissionais da educação”, enfatizou.
Na avaliação do presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público do Estado de Mato Grosso (Sintep),Henrique Lopes do Nascimento, a unidade e a persistência da categoria foram fundamentais para assegurar estas conquistas.