Mato Grosso, Quinta-Feira, 12 de Dezembro de 2019
Logo Só Informação
Informe Publicitário
INADIMPLENTES

Número de dividas em MT caiu ‐4,87% no mês de outubro comparado com ano anterior

O dado ficou abaixo da média da região Centro‐Oeste

Da Redação

21/11/2019 às 17:08

Número de dividas em MT caiu ‐4,87% no mês de outubro comparado com ano anterior
reprodução

De acordo com pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), o número de inadimplentes em Mato Grosso cresceu 2,11% em outubro de 2019, em relação a outubro de 2018. O dado ficou abaixo da média da região CentroOeste (2,49%) e acima da média nacional (1,58%). Na passagem de setembro para outubro, o número de devedores no Estado cresceu 0,30%. Na região CentroOeste, na mesma base de comparação, a variação foi de 3,66%.

Os dados levantados revelam também que a abertura por faixa etária do devedor com participação mais expressiva em outubro foi o da faixa de 30 a 39 anos (26,85%).

Evolução do número de dívidas 

Já em relação ao número de dividas, em outubro de 2019, o número caiu 4,87%, em relação a outubro de 2018. O dado ficou abaixo da média da região CentroOeste (2,60%) e abaixo da média nacional (2,34%). Na passagem de setembro para outubro, o número de dívidas cresceu 0,64%. Na região CentroOeste, nessa mesma base de comparação, a variação foi de 3,92%.

O setor com participação mais expressiva do número de dívidas em outubro no estado foi Bancos, com 33,77% do total de dívidas.

Número médio de dívidas por devedores

Segundo a pesquisa, em outubro de 2019, cada consumidor inadimplente em Mato Grosso tinha em média 1,915 dívidas em atraso. O número ficou acima da média da região CentroOeste (1,890 dívidas por pessoa inadimplente) e acima da média nacional registrada no mês (1,847 dívidas para cada pessoa inadimplente).

Para o superintendente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Cuiabá), Fábio Granja, os números tendem a melhorar no decorrer das próximas semanas, principalmente com ações de governo federal, como liberação do FGTS, pagamento do 13º salário por parte das empresas e principalmente, através de ações das empresas oferecendo oportunidades para os consumidores inadimplentes de limpar seu nome, como a campanha "Feirão Nacional SPC", que teve inicio nesta semana em todo o Brasil. "Essa é uma iniciativa do SPC Brasil, a qual, nós de Cuiabá, estamos aderindo e oferecendo também aqui na capital a oportunidade dos consumidores que tem dividas de iniciar o próximo ano com o nome limpo. Com isso, nossa expectativa aqui no Estado é de diminuir ainda mais o número de dividas e também o número de devedores", afirmou ele.