Mato Grosso, Quarta-Feira, 11 de Dezembro de 2019
Logo Só Informação
Informe Publicitário
MUDANÇAS

Tribunal de Justiça promove e remove juízes lotados no interior

As vagas foram preenchidas segundo o critério de merecimento

Da Redação

19/11/2019 às 10:07

Tribunal de Justiça promove e remove juízes lotados no interior
reprodução

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso removeu e promoveu juízes lotados no interior do Estado nesta quinta-feira (14 de novembro). As vagas foram preenchidas segundo o critério de merecimento, antiguidade e também para substituição na Segunda Instância nas áreas civil e criminal após a análise de documentação e critérios exigidos no edital que regia cada um dos concursos.

O juiz Pierro de Faria Mendes foi promovido por merecimento para a 1ª Vara da Comarca de Cáceres (225 km a oeste). Já em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá), o juiz Wladys Roberto Freire do Amaral também foi promovido, por merecimento a 2ª Vara Especializada da Fazenda Pública. O juiz Marcelo Sousa Melo Bento de Resende foi promovido da 1ª Vara de Comodora para a 2ª Vara Criminal da Comarca de Barra do Garças (509 Km a leste de Cuiabá).

Também foram removidos os magistrados Ricardo Frazon Menegucci da Vara única de Marcelância para a Vara Única de Nova Canaã do Norte (684 Km de Cuiabá), Suele Barizon Hartmann da Vara única de Matupá para a Vara Única de Rosário Oeste (128 km ao norte de Cuiabá) ambos por antiguidade.

 

O juiz Bruno César Singulani França foi removido para a Vara Única da Comarca de Tapurah (433 km a médio-norte de Cuiabá); Pedro Flory Diniz Nogueira foi removido da 3ª Vara de Juara para a 2ª Vara da Comarca de Jaciara (144 km a sul de Cuiabá).

Já em Cuiabá, por meio do concurso 32/2019 o Órgão Especial definiu os juízes em substituição na Segunda Instância do Judiciário mato-grossense. Para a área civil os juízes: Márcio Aparecido Guedes, Alexandre Elias Filho, Roberto Teixeira Seror, Tatiane Colombo Gilberto Lopes Bussiki e Edson Dias Reis. 

Para a área criminal ficaram definidos os juízes: Francisco Alexandre Ferreira Mendes Neto, Ana Cristina Silva Mendes, Tatiane Colombo e Glenda Moreira Borges.