Mato Grosso, Quarta-Feira, 11 de Dezembro de 2019
Logo Só Informação
Informe Publicitário
COLIDER

Acusados de matar suposto pedófilo e jogar corpo no Teles Pires vão a júri em Colíder

O crime ocorreu e 2013.

Da Redação

19/11/2019 às 09:52

Acusados de matar suposto pedófilo e jogar corpo no Teles Pires vão a júri em Colíder
reprodução

Está sendo realizado hoje em Colíder, o júri popular dos réus Daniel Pereira Neres e Rodrigo Augusto Amaral. Eles são acusados de matar o jovem Carlos Eduardo Araújo dos Santos, 22 anos, com dois tiros na cabeça e jogá-lo da ponte do rio Teles Pires, a 80 quilômetros de Colíder .

O crime ocorreu em 2013. Rodrigo Augusto Amaral, era cunhado de Carlos Eduardo. Ele confessou na época ter dado dois tiros na cabeça da vítima e jogado no rio. Daniel teria ajudado na execução do crime. 

A motivação seria um suposto abuso sexual cometido pela vítima contra uma das filhas do acusado, de apenas quatro anos de idade. Eduardo foi morto em fevereiro de 2013. O crime chegou ao conhecimento da polícia quando a mãe foi até a delegacia informar o desaparecimento do filho. Uma denúncia anônima de que o jovem teria sido assassinado e jogado da ponte levou as autoridades iniciarem as buscas.

O júri terá como advogados de defesa Silvio Eduardo Polidório, Luana Canova e Jayme Rodrigues de Carvalho Junior. O Corpo de Bombeiros encontrou o corpo seis dias depois, a cerca de 100 quilômetros de distância, próximo ao município de Alta Floresta.