Mato Grosso, Quinta-Feira, 12 de Dezembro de 2019
Logo Só Informação
Informe Publicitário
TRAUMATISMO CRANIANO

Menino de 2 anos é internado com sinais de espancamento

A criança também está com traumatismo craniano

Da Redação

18/11/2019 às 13:34

Menino de 2 anos é internado com sinais de espancamento
reprodução

Menino de 2 anos deu entrada na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Juína (735 km a Noroeste em Cuiabá), na madrugada de domingo (17), com sinais de espancamento. Além de vários hematomas pelo corpo, ele está com traumatismo craniano.

De acordo com as informações, a criança chegou no na unidade já desacordada em companhia da mãe, uma adolescente de 17 anos. Para a equipe de plantão, ela contou que ele havia caído e que por isso estava com os hematomas.

Após os exames realizados na criança, os profissionais entenderam que as lesões podem não ter sido causadas por uma queda acidental e sim por espancamento.

Polícia Militar, Civil e Conselho Tutelar foram acionados para acompanhar o caso. A mãe do menino relatou que ele caiu e bateu a cabeça em uma pedra durante a tarde, mas que só foi levado para a unidade de saúde na madrugada, já desacordado.

Polícia Civil solicitou exames de corpo de delito e abriu uma investigação. A reportagem entrou em contato com o delegado Romildo Nogueira, mas não obteve sucesso. 

Já o Conselho Tutelar informou que está acompanhando o caso. A criança segue internada em coma e até a manhã desta segunda-feira (18), médicos e conselheiros buscavam uma vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em pediatria de Cuiabá. 

Ministério Público Estadual (MPE) em Juína também foi procurado com o objetivo de ajudar na busca por uma vaga na UTI. 

“A mãe da criança alega que ela caiu. Acompanhamos ela, por ser menor, durante o depoimento na delegacia. O padrasto também foi ouvido e liberado em seguida”, explicou a conselheira Elaine. 

A avó do menino disse ao site JuínaNews que acredita na versão de espancamento, já que no domingo passado, o padrasto já havia agredido o menino e jogado uma moto em cima dele.