Mato Grosso, Quarta-Feira, 16 de Junho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
BOTELHO

Botelho é eleito presidente da Assembleia Legislativa

Marcia Jordan

01/09/2016 às 14:10

Botelho é eleito presidente da Assembleia Legislativa

fbb4cf3f18c8846f0b7d71ed98db68f9Nesta quinta-feira (1) a Assembleia Legislativa votou sua nova mesa diretora. A única chapa, União e Trabalho, venceu por 21 votos a favor, tendo recebido 3 contra. O novo presidente da casa legislativa é o deputado estadual Eduardo Botelho (PSB).

Compõem a mesa junto com Botelho os deputados Gilmar Fabris (PSD) como 1º vice-presidente, Max Russi (PSB) como 2º vice-presidente, Guilherme Maluf (PSDB) na 1ª secretaria, Nininho (PSD) na 2ª secretaria, Baiano Filho (PSDB) na 3ª secretaria e Silvano Amaral (PMDB) na 4ª secretaria.

“Vou procurar fazer uma gestão junto aos poderes: Ministério Público, Tribunal de Contas, Tribunal de Justiça e Governo. Vou tentar unir mais os poderes e levar a Assembleia para o povo”, afirma o novo presidente.

Especulava-se se uma chapa de oposição seria montada com o chamado “grupo dos 7”, mas como não teria votos suficiente, preferiram não o fazer. Zeca Viana (PDT), como líder da oposição na casa, permitiu que seus colegas ficassem livres para votar conforme a consciência mandasse. Silvano representa a ‘cota’ desse grupo, que é formado por Viana, Amaral, Janaína Riva (PMDB), Emanuel Pinheiro (PMDB), Sebastião Rezende (PSC), Pery Taborelli (PSC) e José Carlos do Pátio (SD)

Votaram contra essa chapa os deputados Pinheiro, Riva e Viana.

Antes da votação acontecer, alguns parlamentares aproveitaram o momento para tecer duras críticas à maneira como foi encaminhada formação a chapa, que teve 17 deputados da base do governo apoiando. Zeca Viana defendeu veementemente uma casa legislativa com mais independência.

“Eu venho sempre criticando a mesa dessa casa, que se transformou em um puxadinho do Executivo”, disparou Viana em plenário.

Emanuel Pinheiro complementou ao dizer que “não é possível apoiar uma candidatura que não foi criada originalmente na casa”, e defendeu alternância na mesa.

“É normal crítica, mas a Assembleia não é puxadinho do Executivo. Tanto não é que todos os projetos do Executivo receberam inúmeras emendas. Todos os deputados têm voz e vez. Não se pode confundir minoria com autonomia. O governo tem maioria aqui, então ele vence tudo”, avalia Botelho.

Em seu discurso, após a apuração dos votos, o deputado eleito ainda apelou, dizendo “não entendam e não tratem essa Casa como tendo bandido. Aqui são 24 líderes e deputados que receberam milhões de votos. E vamos tratar harmonicamente cada um”.

 

 

 

Fonte Gazetadigital