Mato Grosso, Domingo, 25 de Julho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
POLÍCIA

Polícia tenta identificar suspeito de torturar e matar travesti no Nortão

Marcia Jordan

05/09/2016 às 07:38

Polícia tenta identificar suspeito de torturar e matar travesti no Nortão

phpThumb_generated_thumbnailQuase um mês após o crime, a Polícia Civil ainda tenta identificar o suspeito de assassinar a travesti Tiffany Rodrigues, de 24 anos, encontrada morta em Alta Floresta, no dia 08 de agosto. O corpo da vítima foi encontrado com sinais de enforcamento, segundo a polícia, mas até hoje, nenhum suspeito foi preso.

Segundo a polícia, familiares e amigos ainda estão sendo ouvidos na delegacia. De acordo com a mãe de Tiffany, Inês Rodrigues dos Santos, de 47 anos, a filha era querida por todos. Tiffany saiu de casa na noite anterior ao crime, afirmando que não demoraria a voltar.

O corpo da jovem foi encontrado na entrada de uma fazenda localizada na região de Castanheira, no município, e reconhecido por um parente.

“O que mais me dói é saber o quanto judiaram dela, imaginar o quanto ela sofreu. Minha filha foi torturada, queimada com cigarro, estava toda machucada. Quando a vi, peguei em suas mãos e estavam todas pretas. Ela levou pauladas na cabeça. Tinha um rosto tão bonito e estava toda machucada”, disse a mãe, em entrevista recente.

Tiffany já havia sofrido uma tentativa de homicídio no início do ano, quando foi baleada na boca. Segundo a mãe, o suspeito do crime é menor de idade e havia tentado roubar o celular da sua filha um dia antes da tentativa de homicídio. A jovem não entregou o celular e ainda agrediu o assaltante ao perceber que a arma usada para praticar o roubo era de brinquedo.

“No outro dia, ele retornou armado, chamou por ela e, quando a minha filha virou, atirou na boca dela. Ele está solto até hoje e a Tiffany já havia até sido chamada para comparecer no fórum, a fim de depor contra ele”, contou.

 

 

 

Fonte G1/MT