Mato Grosso, Quarta-Feira, 16 de Junho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
SERVIDORES

Servidores do Detran paralisam atividades nesta quinta-feira

Marcia Jordan

29/09/2016 às 09:35

Servidores do Detran paralisam atividades nesta quinta-feira

d92713ed80ae5a71bc19cdd438c92d21Os servidores do Detran (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso)estarão de braços cruzados hoje, quinta-feira (29), em protesto contra os governos Federal e Estadual.

Segundo a presidente do Sindicato dos Servidores do Detran (Sinetran), Daiane Renner, a categoria aprovou a paralisação em assembleia geral na última quarta-feira (21).

A mobilização acontece em todo o País e tem como objetivo “derrubar” alguns projetos que preveem mudanças na legislação trabalhista da categoria, entre eles a Reforma da Previdência e as PLPs 257/2016 e 241/2016, que, segundo os manifestantes, congela o salário dos trabalhadores e proíbe a realização de novos concursos públicos e de nomeações.

“Trata-se da defesa de direitos conquistados com muita luta pela classe trabalhadora. Com a justificativa da crise, o governo está tentando nos impor um retrocesso histórico nos direitos de acesso aos serviços públicos essenciais à toda a população e nos direitos trabalhistas. Nossa categoria sempre tomou posição na defesa de direitos e mais uma vez cumprirá o seu papel e estará nas ruas nessa importante data de unidade e resistência”, ressaltou Daiane.

Na última quinta-feira (22), profissionais da Educação também paralisaram as atividades com essas mesmas reivindicações.

Já no âmbito do Estado, os servidores do Detran também vão protestar contra a Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) que foi enviada pelo Executivo a Assembleia Legislativa, com ausência de recursos para o pagamento Revisão Anual Geral (RGA) dos servidores em 2017.

“Vamos protestar ainda sobre os atrasos no pagamento do décimo terceiro salário que vem sendo realizado pelo Governo há dois meses e do salário de parte do funcionalismo estadual para a folha deste mês”.

“Outra pauta de reivindicação que marca o dia de paralisação é pelo cumprimento do acordo firmado pelo governo com a categoria no início deste ano, que trata da melhoria das condições de trabalho e atendimento, especialmente no que tange à estrutura e segurança, implementação das ações de saúde e segurança do trabalhador, publicação do manual de procedimentos e da nomeação dos aprovados no concurso público”, pontuou.