Mato Grosso, Quinta-Feira, 29 de Julho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
PSDB

PSDB e PSD elegem a maioria dos prefeitos; PT tem apenas 2 cidades

Marcia Jordan

03/10/2016 às 09:18

PSDB e PSD elegem a maioria dos prefeitos; PT tem apenas 2 cidades

52f1d839e04059610b6a5f0ca0abeaffApesar dos desgastes em razão da crise econômica e enfrentamento dos servidores públicos, o peso da máquina ficou evidente em Mato Grosso nestas eleições municipais.

O PSDB, que tinha apenas quatro prefeituras no pleito de 2012, deu um salto e vai administrar 38 cidades. Ou seja, 27,1% das prefeituras serão tucanas. Influência direta do partido do governador Pedro Taques (PSDB).

Entre as prefeituras estão a de Cáceres com Francis Maris e a de Sorriso, com Ari Lafin.

Enquanto isso, o partido do vice-governador, Carlos Fávaro (PSD) encolheu. De 39 prefeituras, passará administrar 22. Água Boa com Maurão, Campo Novo do Parecis com Rafael Machado e Lucas do Rio Verde com Flori Binotti, que desbancou o atual prefeito Otaviano Pivetta, estão entre as principais cidades.

Em 3º lugar ficou o PMDB, que, embora tenha caído em relação a 2012, consegue se manter entre as legendas que mais comandam cidades, 16. Algumas delas estratégicas como é o caso de Barra do Garças, Alta Floresta, Matupá – reduto do ex-governador Silval Barbosa, preso.

Assim, devem utilizar essa força para auxiliar o grupo do qual fazem parte a retomar o poder estadual em 2018. Sonham ainda com a vitória em Cuiabá, onde Emanuel Pinheiro disputa o 2º turno contra Wilson Santos (PSDB).
Também na 3ª colocação aparece o PSB, com outras 16 prefeituras. Luciane Bezerra, em Juara, e Fabio Schroeter, que comandará Campo Verde, estão entre os vitoriosos.

A sigla que obteve o 4º lugar foi o PR, que perdeu duas prefeituras de um pleito para o outro e alcançou 12 municípios. Em seguida aparece o PDT, com seis prefeituras e o PP e PSC, ambos com cinco municípios.
Entre os menos representativos, estão Pros e PTB, que administrarão apenas uma prefeitura cada, Juruena e São José do Xingú, respectivamente.

O Solidariedade elegeu só dois prefeitos, sendo um deles o do segundo maior município do Estado, Rondonópolis. Zé do Pátio foi eleito com 36,2% dos votos válidos. O PT perdeu oito prefeituras. Administrará apenas os municípios de Castanheira e Juína, reduto do deputado Ságuas Moraes (PT).

 

 

Fonte Gabrieli Schimanoski