Mato Grosso, Domingo, 25 de Julho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
JOVEM

Jovem de 19 anos admite que forjou sequestro para enganar marido; ex-namorado era acusado

Marcia Jordan

20/10/2016 às 19:57

Jovem de 19 anos admite que forjou sequestro para enganar marido; ex-namorado era acusado

10987474_399708326866692_8643171555341779371_nLucivânia Alencar, 19 anos, confessou à Polícia Civil que forjou o próprio sequestro para enganar o marido, em Sorriso (395 km de Cuiabá), na tentativa de evitar o término do relacionamento. Antes, o ex-namorado dela era acusado de planejar o rapto e de ter obrigado a jovem fazer fotos nuas e tê-las encaminhado para o marido dela, pedindo dinheiro para que não divulgasse as imagens. A garota foi encontrada na noite da última quarta-feira (19).

“Depois de 40 minutos ela abriu o coração e com medo de que fosse separar do marido, em um momento de desespero, forjou o sequestro. E nós já tínhamos passado a trabalhar com essa segunda linha de investigação até porque o médico que a atendeu na noite de ontem informou que não houve desidratação e nem desnutrição”, disse o delegado Bruno Abreu ao Portal Sorriso.

A jovem foi encontrada na noite da última quarta-feira (19), vagando pela BR-163, próximo de um posto da Rota do Oeste, concessionária que administra a rodovia. A vítima disse aos socorristas que havia abandonada pelo sequestrador no trevo de Vera. Ela foi levada para o Hospital Regional de Sorriso, pois estava bastante nervosa e sofrendo desmaios.

Porém, as acusações contra o ex-namorado dela, que é técnico agrícola, de ter obrigado Lucivânia a fazer fotos nuas e da suposta prática de extorsão ainda serão investigadas pelo delegado.

À Polícia, Lucivânia disse que conheceu João Pedro Bressan, de 18 anos – que foi preso hoje por envolvimento no caso-, por meio do Facebook. Ela informou que fez contato com o jovem, combinou o falso sequestro e foi até a casa dele em sua moto, Honda Biz. Porém, no fim da tarde de ontem (19), ela desistiu da armação. João resistiu e ainda pegou a pulseira de ouro dela.

“A partir desse momento, se ficar provado nos autos que ela queria ir embora e foi proibida, ele [João Bressan] passa a responder pelo crime de sequestro por mantê-la em cárcere privado”, informou o delegado. Lucivânia foi liberada por não ter tido vantagem econômica através do falso sequestro.

 

 

Fonte OlharDireto