Mato Grosso, Segunda-Feira, 21 de Junho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
MULHERES

Mulheres roubam carreta carregada de Diesel que vinha pra Sinop

Marcia Jordan

02/11/2016 às 08:42

Mulheres roubam carreta carregada de Diesel que vinha pra Sinop

8b44496319a266123007d30286909b9bBando integrado por duas mulheres sequestra caminhoneiro e rouba carreta com carga de 45 mil litros de óleo diesel. Motorista passou noite toda no meio do mato, sob a mira de bandido, enquanto restante do bando levava o veículo. Só a carga foi avaliada em R$ 110 mil.

Divulgação

A vítima, F.A.G., 29, só conseguiu ser liberada mais de 24 horas após sequestro, quando deixou o cativeiro na região de Rosário Oeste e conseguiu chegar até uma rodovia.

A carreta saiu da cidade de Paulínea (SP), e seguia para Sinop.  Na manhã de sábado (29), o motorista percebeu que os freios apresentavam problemas. Estacionou no pátio de um posto de combustível, na região de Pedra Preta (238 km ao sul).

Depois de fazer os ajustes, lavou as mãos e, ao retornar para o veículo, foi surpreendido por uma mulher apontou uma arma contra suas costas. Anunciou o roubo e mandou que ele entrasse na cabine do reboque tanque e seguisse suas ordens.

Durante o percurso outra mulher entrou na carreta em Jaciara e desceu na porteira de uma fazenda, após a Serra de São Vicente.

O motorista dirigiu até o Trevo do Lagarto, em Várzea Grande, onde a outra mulher que havia descido reapareceu e embarcou novamente. Os três seguiram até a rodovia, próximo de Rosário Oeste, onde foi obrigado a parar.

Lá, outros dois membros do bando o esperaram e o obrigaram a passar para o banco detrás. Jogaram um cobertor sobre ele e foi levado até uma área de mata. Lá, ficou sob a mira de um dos bandidos, em cativeiro, durante toda a noite.

Só foi liberado por volta das 12h do domingo (30). Após caminhar alguns quilômetros chegou a rodovia onde pediu ajuda. O veículo ainda não foi recuperado. A investigação do crime está sob responsabilidade da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derfva).

 

 

Fonte Silvana Ribas, A Gazeta