Mato Grosso, Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019
Logo Só Informação
Informe Publicitário
JOVEM

Jovem é preso suspeito de estuprar 3 garotas em MT e por matar vítima

Marcia Jordan

05/06/2014 às 15:36

Jovem é preso suspeito de estuprar 3 garotas em MT e por matar vítima

Um jovem, de 23 anos, foi preso em Tangará da Serra, município distante 242 km de Cuiabá, suspeito de ter estuprado pelo menos três garotas de 15, 18 e 19 anos de idade, além de ter assassinado uma delas. O mandado de prisão temporária foi cumprido pela Polícia Civil, na quarta-feira (4), após o suspeito ter sido reconhecido pelas duas vítimas. As investigações apontam que ele como o autor do assassinato da estudante, de 18 anos, encontrada em um matagal, na cidade, na segunda-feira (2), conforme a polícia, O suspeito foi preso na própria residência onde a polícia também cumpriu mandado de busca e apreensão.

O delegado Victor Chab, responsável pelo inquérito que apura o caso, disse que os crimes foram cometidos no período de 15 dias, de forma semelhante. O suspeito esganava as vítimas e introduzia pedras e frutas na boca delas. “Foram recolhidos material genético das jovens e do suspeito para serem analisados e confrontados pela perícia técnica”, relatou o delegado. A previsão é de que os laudos sejam concluídos em 60 dias.

O corpo da estudante foi encontrado no Bairro Jardim Acapulco, onde uma das outras vítimas também teria sido violentada sexualmente. De acordo com a polícia, a estudante tinha sido vista pela última vez, no dia 28 de maio, depois de sair da faculdade. Na residência do suspeito, os policiais apreenderam um tênis que foi identificado por uma das vítimas como o calçado que o rapaz usava no dia do c rime. “Umas das vítimas disse que era o mesmo modelo que o suspeito usava no dia do crime”, destacou o delegado.

Ainda conforme a polícia, o rapaz já possui passagens pelos crimes de furto e roubo. O delegado relatou que o suspeito prestou depoimento, mas negou ter cometido qualquer crime. Porém, ele foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Tangará da Serra.

G1