Mato Grosso, Quinta-Feira, 17 de Junho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
VEREADORES

Vereadores aprovam suplementação orçamentária para pagamento do 13º

Marcia Jordan

29/11/2016 às 22:02

Vereadores aprovam suplementação orçamentária para pagamento do 13º

A Câmara de Vereadores de Lucas do Rio Verde analisou quatro projetos na sessão ordinária realizada nesta segunda-feira (28). Duas matérias já estavam na ordem do dia e outras duas foram inclusas durante a sessão. Entre os projetos que entraram está o nº 80, que autoriza a prefeitura a abrir crédito suplementar de R$ 2.527.799,58 em diversas secretarias a fim de realizar o pagamento do 13º salário dos servidores municipais. O projeto foi aprovado por unanimidade em primeira e única votação.

 

O outro projeto é o nº 81, que também trata de suplementação de recursos. Este autoriza o Executivo a abrir crédito nas secretarias de Saúde e de Assistência Social e Habitação, no valor de R$ 1,2 milhão e R$ 265 mil respectivamente. A matéria foi aprovada pela maioria dos edis, em primeira e única votação. A vereadora Cleusa de Marco (PT) registrou voto contrário.

 

Na Secretaria de Assistência Social e Habitação o valor será utilizado para as obras de construção do Cras e na Secretaria de Saúde é para o contrato de gestão com a Fundação Luverdense de Saúde para pagamentos e aquisição de equipamentos para o Hospital São Lucas. “Saúde pública é algo que precisa sempre de investimentos, é estar preocupado com a sociedade luverdense. E isso vai acontecer sempre, inclusive no mandato vindouro, uma vez que tudo isso vai precisar de manutenção. A inauguração do Hospital São Lucas está próxima e o que estamos fazendo aqui é agilizar os repasses de recursos para que essa estrutura e todos os serviços sejam entregues à sociedade o mais rápido possível”, explicou o vereador Pedro Góis (PSC).

 

O Projeto de Lei Complementar nº 04/2016, do Legislativo, que altera o parâmetro de uso do solo da Quadra 100-D, extensão da rua Carazinho, Cidade Velha, bairro Menino Deus, de Zona de Controle Especial para Zona de Comércio e Serviço 01, foi aprovado em segunda votação.

 

Já o Projeto de Lei Complementar nº 02/2016, que possibilita a ampliação de edificações verticalmente no Distrito Industrial, foi aprovado em primeira votação. “A área industrial nova (Espaço de Empreendedor) já possibilita a construção de imóveis com até quatro pavimentos, mas o distrito industrial mais antigo ficou defasado. Assim, atendendo solicitação de empresários luverdenses, apresentamos o projeto alterando a legislação municipal, estabelecendo novos limites de construção”, afirmou o presidente do Legislativo e autor do projeto, vereador Dirceu Cosma (PV).

 

A próxima sessão ordinária será realizada no dia 05 de dezembro, segunda-feira, às 17 horas, no auditório da Câmara Municipal.