Mato Grosso, Quinta-Feira, 23 de Setembro de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
GOVERNO

Governo monta força-tarefa e libera mais R$8 milhões para Saúde

Marcia Jordan

08/10/2016 às 07:54

Governo monta força-tarefa e libera mais R$8 milhões para Saúde

A Secretaria de Fazenda de Mato Grosso repassou R$ 8 milhões para a Saúde, com o objetivo de manter a normalidade dos atendimentos no Estado. Durante reunião com o Conselho de Secretários Municipais de Saúde do estado nesta quinta-feira (06.10), o governador Pedro Taques solicitou ao secretário de Fazenda, Seneri Paludo, que organizasse o repasse de forma emergencial. Em 2016, o Governo já investiu quase R$ 2 bilhões na saúde em Mato Grosso.

“O Governo de Mato Grosso tomou uma série de medidas para aumentar a arrecadação sem aumentar os impostos para o cidadão. Mas diante da crise econômica nacional, o caixa de Mato Grosso não está performando conforme o esperado, além, é claro, da diminuição dos repasses do Governo Federal. As secretarias estão economizando no custeio, mas o governador já afirmou que áreas como saúde e segurança são prioridades, assim como o pagamento dos salários dos servidores públicos, que movem o Estado”, afirmou o secretário. De acordo com Seneri, o recurso já foi liberado para o orçamento da Secretaria de Saúde, que deve concluir o trâmite do repasse até o fim do dia.

Dos R$ 8 milhões repassados para a Saúde nesta sexta-feira (07.10), R$ 4 milhões serão destinados à Prefeitura de Cuiabá. “Estamos realizando uma verdadeira força-tarefa e contamos com a união de todos nesse momento. Repassando esse valor para Cuiabá conseguiremos dar fôlego ao município. Com o restante desse valor, vamos pagar as despesas dos Hospitais Regionais, com folhas de pagamento e serviços médicos”, pontuou o secretário estadual de Saúde, João Batista Pereira.

O secretário defende o fortalecimento da atenção básica e atenção primária. “Trabalhamos dessa forma para que as unidades regionais de saúde e os grandes centros urbanos não fiquem sobrecarregados com as demandas vindas do interior. Embora o Estado enfrente um dos piores momentos econômicos de sua história, o Estado está priorizando o setor da saúde.”

“O Pronto-Socorro de Cuiabá é o único de portas abertas em Mato Grosso. Ou seja, ele não pode se recusar a atender ninguém, sob pena de sanções aos secretários de saúde do município e do estado. Portanto, esse recurso vem para manter esses serviços a todo vapor, pois nossa equipe se empenha nesse trabalho diariamente, com humanização e respeito aos pacientes”, afirmou o secretário municipal de saúde da Capital, Ary Soares.

Outros investimentos

O Estado já ultrapassou R$ 90 milhões em investimentos para a saúde na região metropolitana de Cuiabá, com repasses mensais para a alta e média complexidade, manutenção do Hospital São Benedito e construção de novas unidades. Para as demais regiões do estado os investimentos ultrapassam R$ 1,8 bilhão entre ações, serviços e obras.

O novo Hospital e Pronto-Socorro de Cuiabá está sendo construído com o aporte do Governo de Mato Grosso, que irá investir R$ 50 milhões para esta unidade, orçada em R$ 80 milhões. O hospital terá 315 leitos, sendo 40 para Unidades de Terapia Intensiva (UTI), um Centro de Diagnósticos e um Centro Ambulatorial.

Além disso o Governo de Mato Grosso ajuda a prefeitura a manter o funcionamento do Hospital São Benedito, com o repasse de R$ 2 milhões; Também investe R$ 2 milhões por mês para o Pronto-socorro de Várzea Grande e UPA Cristo Rei.

 

 

 

Fonte Assessoria