Mato Grosso, Segunda-Feira, 21 de Junho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
DOIS

Dois são detidos transportando madeira ilegal na BR-163

Marcia Jordan

29/09/2016 às 10:03

Dois são detidos transportando madeira ilegal na BR-163

A Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), da Polícia Judiciária Civil, deflagrou operação de fiscalização de transporte irregular de produtos florestais, em rodovias da região metropolitana. A ação iniciou às 4 horas da madrugada de ontem (28.09) com abordagens noturnas, na BR-163, se estendendo por toda a manhã.

Os policiais abordaram 47 veículos e fiscalizaram as cargas e documentos de 13 carretas carregadas com madeiras. A ação tem a participação do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea) de Mato Grosso e de policiais da Gerência de Operações Especiais (GOE).

O delegado da Dema, Gianmarco Paccola Capoani, informou que dois motoristas foram detidos e as carretas com cerca de 80 metros cúbicos de madeira, no valor aproximado de R$ 100 mil, cada, apreendidas.

“Estamos fazendo vários pontos de BRs, abordando veículos em postos de gasolina e também na rodovia. Objetivo é fiscalizar o transporte de madeira ilegal e na sequência vamos investigar eventuais madeireiras ligadas a essas cargas”, disse.

Os dois motoristas assinaram termo circunstanciado de ocorrência (TCO), por transporte irregular de madeira.

A fiscalização nas rodovias também foi realizada em trechos da Rodovia dos Imigrantes, Trevo do Lagarto, região do Zero Km e na BR 070, todos os pontos estratégicos do escoamento terrestre de madeiras.

Desmatamento

Em continuidade aos trabalhos na manhã desta quinta-feira, três pessoas foram detidas por desmatamento de uma área urbana, próxima ao Trevo do Lagarto, em Várzea Grande.

Um trator que fazia a derrubada de árvores da área, de quase dois quarteirões, foi flagrado pelos policiais, que faziam a fiscalização do transporte irregular de madeiras na localidade.

O motorista foi detido e em seguida os policiais localizaram uma mulher gestora de uma construtora e o dono da área, que não apresentaram documentação de autorização da Prefeitura de Várzea Grande para o desmatamento.

Todos foram conduzidos à Delegacia para esclarecimentos. O trator foi apreendido.

A Dema aguarda laudo da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) para saber os reais danos ambientais sofridos na área. Os responsáveis podem respondem pelos artigos 38 e 48 da Lei Ambiental, que tratam dos crimes contra a flora.

 

 

 

Fonte midianews