Mato Grosso, Quarta-Feira, 16 de Junho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
TRABALHADORES

Trabalhadores de MT param atividades em protesto contra governo federal

Marcia Jordan

22/09/2016 às 09:25

Trabalhadores de MT param atividades em protesto contra governo federal

Professores da rede estadual e técnico-administrativos e professores da Universidade Federal de Mato Grosso aderiram nesta quinta-feira (22) à paralisação nacional contra projetos de renegociação das dívidas dos estados com a União e de congelamento dos gastos públicos por 20 anos, e contra as reformas da previdência e trabalhista propostas pelo governo federal. Às 16h, está prevista a realização de um ato público na Praça Ipiranga, em Cuiabá.

Para os técnico-administativos, o governo federal faz um ataque aos trabalhadores porque pretende permitir jornadas de trabalho de 12 horas diárias, ampliar a idade mínima para a aposentadoria com a reforma da previdência e ainda congelar os gastos públicos por 20 anos, incluindo de pastas essenciais como a saúde e a educação.

Para os professores da UFMT, as mudanças propostas também significam diminuição dos direitos do trabalhador. A categoria diz que, com a reforma trabalhista, por exemplo, direitos como férias remuneradas, 13º salário, licença-maternidade, carga horária de trabalho, horário de almoço, entre outros, ficariam a cargo do que a empregadora oferece.

Nova paralisação, com as mesmas reivindicações, está prevista para ocorrer no próximo dia 29.

 

 

Fonte G1/MT