Mato Grosso, Quarta-Feira, 16 de Junho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
EXÉRCITO

Exército garantirá segurança em área indígena no Estado

Marcia Jordan

22/09/2016 às 07:10

Exército garantirá segurança em área indígena no Estado

O exército brasileiro vai garantir que 7.781 eleitores indígenas em Mato Grosso encontrem um ambiente seguro para o exercício do voto. O envio das Forças Armadas foi autorizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e atenderá 21 locais de votação situados em 12 municípios mato-grossenses.

A presidente do TRE-MT, desembargadora Maria Helena Póvoas, solicitou ao TSE o auxílio das Forças Armadas no dia da eleição com a finalidade de garantir o livre exercício do voto e a normalidade da votação e apuração dos resultados. Foram selecionados os locais que em pleitos anteriores apresentaram animosidade e beligerância entre algumas etnias e exacerbadas disputadas políticas.

No município de Santa Terezinha será atendida a Escola Estadual Aldeia It’xala. Já em Barra do Garças a segurança será reforçada nos seguintes locais de votação: Escola Estadual Dom Felipo Rinaldi (Aldeia São Marcos); Escola Municipal Namukura (Aldeia Namukura); Escola Estadual Deputado Mário Juruna (Aldeia Nossa Senhora de Guadalupe).

Em Tangará da Serra a força federal atuará na Escola Municipal Indígena Zozoiterô, Aldeia Rio Verde, enquanto no município de General Carneiro receberão apoio a Escola Estadual Sagrado Coração de Jesus (BR-070 Km 240) e a Escola Municipal Marechal Rondon (Aldeia Central Marechal Rondon).

Na cidade de Campinápolis serão atendidas as seguintes escolas municipais indígenas, todas situadas em aldeias: Escola Municipal Santo Antônio; Escola Municipal Aldeiona; Escola Municipal Santa Clara; e Escola Indígena Aldeia Estrela. Já em Juara, o apoio irá para a Escola Estadual Kayabi e Escola Municipal Nova Esperança.

Por fim, o exército também marcará presença em Confresa, na Escola Estadual Tapi’itawa; São José do Xingu, na Escola Estadual Bepkororoti; Poxoréu, nas aldeias indígenas situadas na BR-070; Brasnorte na Escola Estadual Myhyinymykyta Skiripi; Rondolândia na Escola Zawa Karey Pangyjy; e Paranatinga nas escolas municipais José Pires Uluco e Marechal Rondon.

Além das forças armadas, atuarão na segurança das Eleições Municipais 2016 as polícias Federal, Militar e Civil, sendo que a Polícia Federal atuará nos mesmos locais de votação atendidos pelo exército e outros 12, totalizando 33.

Além de Mato Grosso, o TSE autorizou o envio das Forças Armadas para os seguintes estados: Rio de Janeiro, Alagoas, Rio Grande do Norte, Tocantins, Mato Grosso do Sul, Acre e Pará. (KA)

 

 

Fonte Diario de Cuiaba