Mato Grosso, Segunda-Feira, 21 de Junho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
SECRETÁRIO

Secretário anuncia pacote de ações para 2016

Marcia Jordan

25/02/2016 às 07:29

Secretário anuncia pacote de ações para 2016

A Secretaria de Estado de Trabalho de Assistência Social (Setas) anunciou um curso preparatório online para vestibulares e para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). A Setas também anunciou um pacote de ações para Mato Grosso com a ampliação dos Centros de Convivências do Idoso e a construção de novos restaurantes populares.

Nesta quarta-feira (24.02), o secretário de Estado da Setas, Valdiney de Arruda, se reuniu com o governador Pedro Taques, para debater as medidas. Segundo o secretário, a Setas já formatou uma parceria com o Pnud para o programa Prepara Mais, que tem como foco principal a qualificação do cidadão de baixa renda para “contribuir para o empoderamento do público mais vulnerável”.

Conforme o secretário, as linhas de ações foram aprimoradas durante todo o ano de 2015. A expectativa é que o programa seja lançado no início do mês de abril. “Esse é um programa inovador. Ele vem com ferramenta computacional de última geração, uma grande parceria que recebemos em nível nacional para trazer ao cidadão mato-grossense o que há de melhor”.

De acordo com Valdiney, este ano o programa funcionará como piloto na capital para que no próximo ano ele possa ser expandido para todo o Estado.

Centros de Cidadania

O pacote de ações da pasta também incluí os Centros de Cidadania e Transformação que vão acolher os idosos, executando práticas de convivência. Segundo o secretários, o projeto será lançado em abril e contará com parcerias com os munícipios. O Estado realizará a estruturação e os munícipios irão arcar com o custeio.

Restaurante popular

O Governo vai criar sete novos Restaurantes Populares em Mato Grosso, para atender as diversas regiões do estado. Cada restaurante terá capacidade de receber 500 pessoas por dia. Atualmente, apenas um estabelecimento é gerido pelo Estado, em Cuiabá, que deve ter sua capacidade dobrada, passando de 500 para mil atendimentos ao dia.

 

 

Fonte assessoria